Publicado 01 de Março de 2014 - 5h30

O Red Bull Brasil chega com moral em Catanduva, hoje à tarde, para encarar o Catanduvense pela 11 rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Único invicto da competição, o Toro Loko quer atropelar mais um adversário para buscar a sua meta de ser líder. A partida está marcada para as 17h, no Estádio Sílvio Salles.O Toro Loko ocupa a terceira posição do Paulista da Série A2, com um ponto a menos que o líder Capivariano. E é justamente por esta diferença tão pequena que uma vitória em Catanduva será muito bem-vinda. “Estamos satisfeitos em estar no G4, mas nossa meta é buscar a liderança, ser campeões, portanto, não podemos nos acomodar. Queremos voltar de lá com os três pontos”, disse Barbieri.Para o confronto desta tarde, a novidade entre os titulares fica por conta do meia Dinélson, que ocupará a vaga de Éder, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo no empate com o Guaratinguetá, na última quarta-feira. O meia já atuou duas vezes pelo Red Bull, contra Rio Branco e Guaratinguetá, mas em ambas entrando apenas ao longo do segundo tempo. O técnico Mauricio Barbieri aposta na experiência do jogador de 28 anos que já defendeu, entre outros clubes, Guarani, Corinthians e teve passagem pelo futebol da Ásia. “Sem dúvida, o Dinélson entrará bem na partida. Ele é um jogador muito técnico, muito habilidoso e com uma boa bagagem. Além disso já está acostumado com a equipe”, comentou. Enquanto o Red Bull sonha com o título, o Catanduvense briga para afastar o fantasma do rebaixamento. A equipe vem de uma vitória no meio da semana que a tirou da zona de rebaixamento (aparece em 13 lugar). Contudo, o perigo continua a rondar o clube, pois apenas dois pontos separam o Bruxo do Z4. Ontem, último dia de inscrições de atletas para a disputa do Paulista da Série A2, o Bruxo apresentou o lateral direito Nego e o meia Gabriel. Os dois estarão à disposição do técnico Rodrigo Deião para o jogo desta tarde, mas o treinador usará a máxima de que “em time que está ganhando não se mexe”. Mandará a campo contra o Toro Loko a mesma escalação que usou na vitória por 1 a 0 sobre o Batatais."Não tem segredo. Eles estão animados pela vitória na última rodada, vão jogar em casa e com certeza será uma partida difícil, mas buscamos os três pontos", concluiu o técnico do Red Bull Brasil, Mauricio Barbieri.

CATANDUVENSE

Veloso; Vágner Alegrete (Diego Pitbul), Kelisson, Jéferson Volpe e Marcelo Santos; Cléber, Gilberto, João Gabriel e Marcus Vinícius; Rafael Magalhães e Juninho. Técnico: Rodrigo Deião.

9

Do Red Bull Brasil foram conquistados fora de casa

no Paulista da A2