Publicado 05 de Março de 2014 - 20h52

Uma diarista de 23 anos foi amarrada com corda na cama de casa e estuprada por dois homens encapuzados na manhã desta quarta-feira (5), no bairro Jardim Nova Hortolândia, em Hortolândia.

Segundo o relato da vítima à Polícia Militar, os homens invadiram o imóvel por volta das 8h30, quando estava sozinha. Ela foi socorrida ao Hospital Municipal Dr. Mário Covas quando o marido, que é entregador, chegou do trabalho e a encontrou na cama.

Uma médica do hospital constatou o estupro e a PM foi acionada, por volta das 12h20. A vítima foi encaminhada ao Centro de Ação Integral à Saúde da Mulher (Caism), do Hospital de Clínicas da Unicamp, onde passaria por exames.

A diarista descreve os criminosos como negros. Um tem duas tatuagens, sendo uma relacionada ao reggae na perna direita e um símbolo no pescoço.

Já o outro possui várias tatuagens, as quais não soube detalhar. O estupro foi registrado na Delegacia do Município para investigação.