Publicado 04 de Março de 2014 - 21h29

Por Vilma Gasques

Pelo menos mil fiéis participaram da missa de encerramento da 32ª edição do Rebanhão - Carnaval com Cristo

Janaína Ribeiro/Especial a AAN

Pelo menos mil fiéis participaram da missa de encerramento da 32ª edição do Rebanhão - Carnaval com Cristo

Pelo menos mil fiéis participaram nesta terça-feira (4) da missa de encerramento da 32ª edição do Rebanhão - Carnaval com Cristo -, que reuniu religiosos de toda a região em um grande retiro de orações nos quatro dias do Carnaval.

O encerramento foi com uma missa celebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Campinas, Dom Airton José dos Santos. A Campanha da Fraternidade 2014, cuja abertura oficial será feita nesta quarta-feira (5), foi oferecida nas preces da comunidade durante a celebração.

A Campanha da Fraternidade 2014, cujo tema "Fraternidade e Tráfico Humano" e o lema "É para a liberdade que Cristo nos libertou" foi definida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Também nesta quarta será divulgada a mensagem do papa Francisco para ser usada durante toda a campanha.

O objetivo do tema é levar os cristãos a refletir sobre a crueldade do tráfico humano. A imagem usada para esta mensagem são mãos acorrentadas e estendidas que simbolizam a situação de dominação e exploração de pessoas traficadas e o seu sentimento de impotência perante os traficantes, que exploram vítimas que estão distantes de sua terra e de sua família.

Pelo menos mil fiéis participaram da missa de encerramento da 32ª edição do Rebanhão - Carnaval com CristoA discussão proposta pela CNBB é de uma situação que rompe com o projeto de vida na liberdade e na paz e viola a dignidade e os direitos do ser humano. Para a Igreja, o tráfico de pessoas fere a fraternidade e a solidariedade, que empobrecem e desumanizam a sociedade.

Durante as preces comunitárias da missa de encerramento do Rebanhão 2014, o celebrante lembrou também que a maioria das pessoas traficadas é pobre ou está em situação de grande vulnerabilidade, e que as redes criminosas valem-se dessa condição, que facilita o aliciamento com promessas de uma vida mais digna para explorar as pessoas em atividades contra a própria vontade e por meio de meios violentos.

Durante a homilia da missa, Dom Airton José dos Santos não falou diretamente sobre o tema da Campanha da Fraternidade, já que fará o lançamento nesta quarta. Ele fez uma referência ao santo celebrado no dia - São Casemiro - que nasceu príncipe, mas desde muito cedo fez uma escolha para viver com o mínimo possível e servir à Deus.

Pelo menos mil fiéis participaram da missa de encerramento da 32ª edição do Rebanhão - Carnaval com Cristo"Hoje queremos trazer para nossa reflexão o testemunho para termos uma vida de acordo com a vontade de Deus e a profecia, para falarmos sobre o que acreditamos e o que cremos. Cada vez que nos encontramos, nos alegramos porque somos irmãos, membros do corpo de Cristo. Somos uma mesma família", ressalta.

A Campanha da Fraternidade é realizada durante a quaresma. O tema destacado é debatido em diversos segmentos sociais. Dom Airton disse que a Igreja sempre escolhe um tema que tenha grande incidência social.

Saiba mais

A Campanha da Fraternidade 2014 tem como tema "Fraternidade e Tráfico Humano". O lançamento oficial em Campinas será feito por Dom Airton durante a missa da quarta-feira de cinzas, às 18h30, na Catedral Metropolitana.

A primeira campanha foi realizada na arquidiocese de Natal em abril de 1962, por iniciativa do então administrador apostólico, dom Eugênio de Araújo Sales. O objetivo era fazer uma coleta em favor das obras sociais e apostólicas da arquidiocese.

A experiência foi adotada, logo em 1963, por 19 dioceses, nos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas. Em 1964, a CNBB assumiu a Campanha da Fraternidade.

 

Pelo menos mil fiéis participaram da missa de encerramento da 32ª edição do Rebanhão - Carnaval com Cristo

Escrito por:

Vilma Gasques