Publicado 02 de Março de 2014 - 20h37

Por Agência Estado

Com o título em São Paulo, Delbonis alcançará agora o melhor ranking da sua carreira

Wander Roberto/Inovafoto

Com o título em São Paulo, Delbonis alcançará agora o melhor ranking da sua carreira

O tenista argentino Federico Delbonis espantou a zebra e conquistou, neste domingo (2), o título do Brasil Open, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Algoz do brasileiro Thomaz Bellucci na semifinal de sábado (1), ele levou um susto na final, mas mostrou intensidade, conseguiu virar a partida e ganhou do italiano Paolo Lorenzi por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4.

Essa foi a primeira participação de Delbonis na chave principal do torneio brasileiro. E ela se deu com autoridade, já que deixou pelo caminho o italiano Filippo Volandri, os espanhóis Nicolás Almagro e Albert Montañes, o brasileiro Thomaz Bellucci e o italiano Paolo Lorenzi para ficar com o título. Entre 2010 e 2013, ele não tinha conseguido sequer passar do qualifying.

O argentino também disputou a sua segunda decisão na carreira. A primeira foi em julho de 2013, no ATP 500 de Hamburgo, na Alemanha. Na ocasião, foi superado por um compatriota de Lorenzi, o italiano Fabio Fognini, e ficou com o vice-campeonato. Mas foi nessa mesma competição que eliminou o suíço Roger Federer na semifinal e entrou de vez para o Top 100 do ranking da ATP.

Com o título em São Paulo, Delbonis alcançará agora o melhor ranking da sua carreira. Na lista que será atualizada nesta segunda-feira (3), ele irá ganhar 16 posições, passando do 61º para o 45º lugar. Vice-campeão neste domingo, Lorenzi também dará um salto importante na lista da ATP, saindo da 114ª colocação para a 100ª.

Na final deste domingo de carnaval, o italiano começou o jogo com muita garra, apesar do estilo agressivo do rival. Assim, conseguiu a primeira quebra de saque no sétimo game, abrindo 4/3. Com um saque sólido, ele teve o trabalho apenas de segurar a vantagem para fechar a primeira parcial em 6/4.

No segundo set, Delbonis mostrou que ainda estava na briga e foi buscar o resultado ao quebrar o saque do rival no sexto game, fazendo 4/2. Na sequência, ele confirmou o serviço e passou a administrar a vantagem. Com um belo voleio e uma devolução ruim de Lorenzi, ganhou a parcial e se colocou de volta ao jogo.

A vitória na parcial anterior deu novo fôlego para o argentino, que surpreendeu o adversário logo no primeiro game. Ele quebrou o serviço do italiano e, depois, fez a sua parte no seu, sem deixar o rival marcar um ponto. Lorenzi resistiu até o fim, mas não conseguiu frear o adversário. Após desperdiçar um match point, Delbonis cravou a vitória no segundo que teve e fechou o set em 6/4. Aplaudido pela torcida, o campeão deu um salto para extravasar a emoção.

DUPLAS - Com um pouco de sorte e uma dose de competência, o espanhol Guillermo García-Lopez e o austríaco Philipp Oswald conquistaram o título da chave de duplas no Brasil Open. Responsáveis pela eliminação do brasileiro Bruno Soares, eles superaram os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah na final deste domingo, por 5/7, 6/4 e 15/13, e foram campeões.

Escrito por:

Agência Estado