Publicado 04 de Março de 2014 - 12h06

Por Das Agências

Murtosa, Parreira e Felipão chegam ao hotel em que a Seleção está hospedada

Mowapress

Murtosa, Parreira e Felipão chegam ao hotel em que a Seleção está hospedada

A esta altura do campeonato, os treinadores das 32 seleções que vão disputar a Copa do Mundo já têm praticamente prontos os elencos que levarão para o torneio, faltando apenas escolher um ou outro jogador — e certamente as dúvidas se referem a jogadores reservas, aqueles que são chamados para "completar o grupo".

Os amistosos de amanhã, os últimos antes da convocação para o Mundial, servirão para que os técnicos acabem com as últimas dúvidas, mas não só isso. A ocasião é importante para dar entrosamento às seleções, que não terão muito tempo para treinar antes do início da competição.

 

Os 19 convocados do Brasil para a partida de amanhã contra a África do Sul, em Johannesburgo. se apresentaram ontem ao longo do dia e, a princípio nenhum chegou com problemas médicos.

 

Nesta terça (4), às 16h, a Seleção Brasileira faz o único treino para o amistoso. A partida de amanhã, no Soccer City, será às 14h e o Brasil, segundo a assessoria de imprensa da CBF, vai vestir pela primeira vez a camisa que será usada na Copa do Mundo.

Os primeiros a chegar ao hotel em que a delegação está hospedada, no bairro de Rosebank, foram os atletas que atuam no Brasil e membros da comissão técnica, incluindo Felipão e o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira.

 

O mais assediado por jornalistas foi o atacante Fred, centroavante titular que fez Felipão adiar a convocação dos atletas que atuam no Brasil em duas semanas para que o jogador fosse avaliado por causa de dores musculares. Fred teve uma lesão muscular na coxa direita no fim de agosto de 2013, que o tirou do Fluminense por todo o restante da temporada passada.

 

Ele voltou a atuar em janeiro, participou de três jogos e sentiu dores em um treino, fazendo Felipão se preocupar se contaria com seu centroavante no último teste antes do Mundial — depois foi constatado não haver nova lesão. "Nada vai tirar minha tranquilidade, minha confiança e meu sono", disse Fred em Johannesburgo.

 

"Estou trabalhando, com confiança, me preparando para estar na Copa melhor do que estava na Copa das Confederações", disse o jogador, que marcou cinco gols no evento teste para o Mundial, em junho do ano passado, e foi um dos artilheiros junto com o espanhol Fernando Torres. 

Escrito por:

Das Agências