Publicado 01 de Março de 2014 - 11h22

O Carnaval de Paulínia, previsto para acontecer entre hoje e terça-feira no sambódromo do Parque Brasil 500, está suspenso por determinação da Justiça. A decisão é da 2ª Vara Judicial da cidade, que impediu a realização da festa por falta de documentação que ateste a segurança do público no local. A cidade, que ainda não sabe se terá o seu Carnaval, foi tema do samba-enredo da escola de samba paulistana Vai-Vai.

O sambódromo de Paulínia foi interditado na última quinta-feira a pedido do Ministério Público (MP). A liminar foi expedida pela juíza Marta Brandão Pistelli, que afirma que existe risco concreto à segurança dos usuários. Até ontem, o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) não havia sido expedido. Em caso de descumprimento, a Prefeitura será multada em R$ 250 mil ao dia.

Na manhã de ontem, a Administração informou que estava tomando as medidas necessárias para conseguir a liberação do espaço. Disse que além do AVCB solicitou o Habite-se — outro documento requerido — na semana passada. À noite, por meio de assessoria de imprensa, a Prefeitura disse que ainda aguardava os documentos até as 19h, mas não informou, caso não consiga a liberação, se estuda transferir a festa para outro local ou se cancela o evento. Na programação do Carnaval estavam previstas apresentações de bandas a partir das 20h de hoje. Para amanhã, estava agendado o desfile de blocos e, na segunda, de escolas de samba da cidade.