Publicado 05 de Março de 2014 - 14h00

 Lou Diamond fala sobre a série de televisão

Divulgação

Lou Diamond fala sobre a série de televisão

O physique du rôle versátil de Lou Diamond Phillips, o eterno Ritchie Valens de 'La Bamba' (1987), já possibilitou ao ator interpretar tipos de diferentes países e continentes. Na pele de Henry, descendente de uma tribo indígena dos EUA, na segunda temporada da série Longmire, que estreia sábado, 8, às 20 horas, no 'A&E', o artista garante que o personagem não é só mais um repetição em sua carreira.

“Eu sou uma mistura étnica. Sou filipino, mas tenho ascendência, irlandesa, escocesa e turca. Na minha carreira, representei muitas comunidades. Já fiz porto-riquenho, cubano, boliviano e acabei de fazer um chileno. Já fiz uns 12 norte-americanos nativos. E cada um era de um jeito. Não é só fazer um índio, isso é muito genérico. Encontrei o chefe da tribo. Se estou representando uma cultura na tela, estou introduzindo isso a um público grande. Eu tenho essa responsabilidade e preciso ser respeitoso”, defende.

Antes de encarar Henry, que tem ligações com comunidades indígenas na série, ele passou um tempo com descendentes da tribo. “Senti a necessidade de ficar próximo da nação Cheyenne (que se concentra na região central e na fronteira dos EUA e Canadá). Tive inspiração. Após alguns dias, fiquei conhecendo a relação deles com a terra e como vivem hoje. Não é porque interpretei outros tipos de nativos, mas cada comunidade é de um jeito e eu queria ser específico”, reforça.

Na trama, baseada na obra de Craig Johnson, Lou Diamond encarna o dono de um bar e braço direito de Walt Longmire (Robert Taylor), xerife de uma pequena cidade no isolado estado de Wyoming. Além de resolver os crimes da cidade, o policial protagonista tenta reconstruir a vida após a morte de sua mulher. Entre suas dores de cabeça diárias está a relação complicada com a filha, Cady (Cassidy Freeman), que se envolveu com Branch (Bailey Chase), seu assistente e oponente.

A nova temporada vai mostrar Walt Longmire na luta para se reeleger em seu cargo enquanto sofre acusação pelo assassinato do homem que matou sua mulher. “Nesta temporada, também conhecemos o Henry melhor. Nos livros, a relação dele com o Walt é forte, quase um bromance (relação próxima de personagens masculinos). Você entende por que ele é leal ao Walt, como ele era próximo à mulher e filha dele.

Em breve, o ator será visto novamente nos cinemas. Ele está em '33', que narra a trajetória dos homens que passaram dias presos em uma mina terrestre no Chile, em 2010. No longa, ele interpreta Don Lucho, que liderou os mineiros e organizou a distribuição de mantimentos. “Essa história é sobre as famílias e a fé. Don Lucho é um dos papéis mais desafiadores que fiz. Na vida real, ele deixou a liderança. Vamos mostrar o motivo.”

 

SERVIÇO

LONGMIRE

A segunda temporada estreia no sábado, às 20 horas, no A&E