Publicado 04 de Março de 2014 - 16h52

Pelo menos cinco comércios, entre eles um supermercado, tiveram prejuízos

Camila Ferreira/AAN

Pelo menos cinco comércios, entre eles um supermercado, tiveram prejuízos

A Polícia Militar, em Campinas, se manifestou sobre a ação ocorrida em Barão Geraldo através de nota oficial divulgada no início da tarde desta terça-feira (4). Na nota, a PM informa que foi acionada através do 190 e que mediante a situação foi "foi necessário a atuação mais incisiva, por meio de ações de Controle de Distúrbios Civis, uma vez que as pessoas envolvidas no tumulto". A Polícia Militar utilizou munição de borracha e bombas de efeito moral para controlar a situação e fazer cessar as atitudes excessivas por parte das pessoas mal intencionadas, que se utilizavam do momento para a prática de atos criminosos.Confira a nota abaixo

 

 

Confira a íntegra

A Polícia Militar do Estado de São Paulo, por meio do Comando de Policiamento do Interior - 2, informa à esse conceituado veículo de comunicação que, quanto aos fatos ocorridos na madrugada desta terça-feira (04Mar14).

 

A Polícia Militar foi acionada via 190, onde o solicitante informava que um grupo de indivíduos estava danificando o local. Em seguida houve uma solicitação informando que o supermercado Pão de Açúcar, também em Barão Geraldo estava com a porta arrombada e vários produtos estavam pelo chão. Houve um tumulto e agentes da guarda municipal que estavam no local fizeram uso de munições de borracha e bombas de efeito moral.

Houve uma dispersão da multidão que saiu pelas ruas cometendo os danos e arremessando garrafas contra os guardas municipais e os policiais militares, foi solicitado o apoio de policiais do BAEP.

 

Tendo em vista a situação no momento, foi necessário a atuação mais incisiva da PM, por meio de ações de Controle de Distúrbios Civis, uma vez que as pessoas envolvidas no tumulto, não estavam ali com o simples propósito de se divertir e sim causar danos ao patrimônio e promover o tumulto no local.

 

A Polícia Militar utilizou munição de borracha e bombas de efeito moral para controlar a situação e fazer cessar as atitudes excessivas por parte das pessoas mal intencionadas, que se utilizavam do momento para a prática de atos criminosos.

 

 

Não houve detidos pela PM e até o momento não há informações sobre possíveis vítimas da ação policial.

 

A Polícia Militar do Estado de São Paulo está disponível 24 horas por dia através do telefone de emergência 190. Conte com a Polícia Militar.

Veja também