Publicado 01 de Março de 2014 - 17h32

O marceneiro Geso Pereira de Souza, 64 anos, morreu na noite de sexta-fiwera (28) após ser atropelado pelo aposentado João Pereira Correa, 62 anos, na Vila Joaquim Inácio, em Campinas. Segundo a polícia, o aposentado estava embriagado e dirigia um Corcel II, quando nos cruzamentos das ruas engenheiros Augusto de Figueiredo e Ciro Lustosa atropelou a vítima que estava em uma bicicleta motorizada.

O acidente foi às 13h35 e Souza chegou a ser socorrido e levado pelo resgate do Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 20h30 do mesmo dia. Seu corpo foi enterrado na tarde deste sábado (1) no Cemitério dos Amarais.

 

Segundo a mulher da vítima, a aposentada Ivone Ferreira de Souza, 71 anos, o marceneiro tinha ido sacar a aposentadoria dela em um banco no bairro Ponte Preta e voltava para casa quando nos cruzamentos das vias, Correa surgiu em alta velocidade e passou sem ver o idoso que já atravessa a rua. "O motorista não fugiu do local porque nem conseguia andar de tão bêbado que estava. Ele ficou dentro do carro" , contou a aposentada.

O aposentado foi encaminhado para o 1º Distrito Policial (DP), onde fez o teste de bafômetro, que acusou 0,35 miligramas por litro, superior ao aceitável para dirigir. O máximo permitido por lei é de 0,05 mg/l. O caso foi registrado na própria delegacia e o motorista levado para a cadeia anexa ao 2º DP.