Publicado 20 de Fevereiro de 2014 - 22h11

Por Paulo Santana

O meia Tchô entrou em campo cinco vezes e nos últimos jogos foi bastante criticado pelos torcedores

Rodrigo Zanotto/Especial para AAN

O meia Tchô entrou em campo cinco vezes e nos últimos jogos foi bastante criticado pelos torcedores

Incomodado com a condição de reserva, o meia Tchô decidiu rescindir seu contrato com a Ponte Preta. O jogador, que participou com relativo sucesso da campanha do acesso do Figueirense para a Série A do Brasileiro em 2013, não foi bem nas oportunidades que teve sob o comando do técnico Vadão.

Nesta quinta-feira (20), seu empresário entrou em contato com a diretoria e pediu o fim do acordo que valia até o final da Série B. "Pegou a gente de surpresa, mas entendi que não poderia atrapalhar a carreira do atleta. Se ele optou por sair, acho que o fez porque já tinha outra equipe em vista", opinou Vadão.

Tchô passou pelo Majestoso apenas para se despedir dos companheiros e revelou que vai assinar com o América-MG. Pela Macaca, esteve em campo apenas cinco vezes. Começou como titular contra o Ituano, São Paulo e Botafogo e saiu do banco nos confrontos com o XV de Piracicaba e Corinthians. Nos últimos dois jogos, foi bastante criticado pela torcida.

De olho no jogo com o Penapolense, Vadão sabe que não poderá contar com o atacante Alemão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Sem outro atacante de área, o treinador deve optar por uma formação um pouco mais cautelosa com a entrada de Bida no meio-campo.

No mais, o time deve ser o mesmo da vitória apertada — e sofrida — sobre o Linense. A defesa terá o goleiro Roberto, os alas Ferrugem e Magal e os zagueiros Cesar e Diego Sacoman. O meio jogará com os volantes Bruno Silva e Fernando Bob, mais os armadores Bida e Adrianinho. O ataque fica com Silvinho e Ademir.

NA ARÁBIA

A TV Al Jazeera, que ficou mundialmente conhecida por divulgar mensagens do terrorista Osama Bin Laden, esteve, nesta quinta, no Majestoso. A reportagem faz parte de uma série especial a respeito da Copa que mostrará o Brasil para o mundo árabe. "Fiquei admirada com a estrutura oferecida pela Ponte e também por Campinas", comentou a jornalista Lili Fernandes, da produtora Be In Sports.

BASE

O ex-jogador Parraga está de volta ao Majestoso. Ele assumiu o cargo de coordenador de Futebol de Base do clube. Vai trabalhar diretamente com o treinador Zé Sergio, que voltou a comandar o time sub-20.

CAMISA

A camisa retrô, usada pela Ponte na vitória sobre o Linense, já está à venda na Loja da Macaca. O preço é R$149,90.

Escrito por:

Paulo Santana