Publicado 18 de Fevereiro de 2014 - 20h59

Por Paulo Santana

O goleiro Roberto durante treino no Majestoso

Gustavo Tilio/Especial para AAN

O goleiro Roberto durante treino no Majestoso

Roberto está de volta ao gol da Ponte, recuperado de uma crise de lombalgia. A saída do capitão do time coincidiu com duas amargas derrotas que interromperam a reação no Paulista. A ausência inspirou até insinuações de uma possível transferência para outro clube. Nesta terça-feira (18), o jogador falou pela primeira vez sobre a contusão. “Tenho isso há muito tempo. Acontece porque, quando garoto, cresci muito rápido em pouco tempo. Cada vez que 'trava', são três ou quatro dias que fico impossibilitado de fazer qualquer movimento. A dor eu sempre suportei. Mas quando acontece limitação de movimentos, aí não tem jeito. Para se ter uma ideia, eu precisei de ajuda até para descer a escadaria do campo para vestiário”, contou, lembrando do teste que tentou fazer antes da partida com o Ituano.

O goleiro contou que a contusão aconteceu durante um treino de musculação na véspera da partida. “Senti que deu mau jeito nas costas, mas continuei treinando normalmente. Na hora não senti porque a musculatura estava aquecida. Mas quando acordei na quarta-feira (dia do jogo), estava tudo travado."

Roberto se mostrou incomodado por causa das insinuações sobre uma possível transferência. “Só quero deixar bem claro que não tenho empresário e ninguém pode falar por mim. Tudo o que acontecer aqui, o torcedor vai saber. Estou muito feliz na Ponte”, assegura.

Escrito por:

Paulo Santana