Publicado 21 de Fevereiro de 2014 - 19h51

Por Agência Estado

Wesley disse que o América-MG é uma equipe qualificada e difícil de ser batida em seus domínios

Cedoc/RAC

Wesley disse que o América-MG é uma equipe qualificada e difícil de ser batida em seus domínios

O técnico Gilson Kleina tem vários problemas para escalar o Palmeiras que enfrenta o Botafogo-SP, domingo (23), em Ribeirão Preto. E, no treino desta sexta-feira (21), ele descobriu que dificilmente contará com Juninho e Wesley, que sentem dores musculares.

Os dois nem participaram do treino desta sexta e tem chances remotas de jogo. Já estão fora os zagueiros Victorino (lesão na panturrilha direita) e Wellington (dores na coxa esquerda) e os atacantes Diogo (dores no adutor da coxa direita) e Alan Kardec, suspenso.

Sem os seis jogadores, Kleina deve mexer bastante na equipe. Na zaga, Lúcio pode ter a companhia de Marcelo Oliveira ou Tiago Alves. Na lateral-esquerda, William Matheus deve entrar. Já do meio para frente, várias são as opções e são grandes as chances do treinador armar o time no 4-5-1, tendo apenas Leandro avançado e com Marquinhos Gabriel, Valdivia e Mazinho entre os titulares.

A definição da equipe deve acontecer no treino deste sábado (22), que não terá a presença da imprensa. O time mais provável é: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira e William Matheus; França, Josimar, Mazinho, Valdivia e Marquinhos Gabriel (Vinícius); Leandro.

Escrito por:

Agência Estado