Publicado 20 de Fevereiro de 2014 - 10h13

Por Agência Estado

Mesmo com a indefinição sobre a renovação contratual, o técnico Gilson Kleina tem se mostrado tranquilo

Cesar Greco/AE

Mesmo com a indefinição sobre a renovação contratual, o técnico Gilson Kleina tem se mostrado tranquilo

Após ver o Palmeiras vencer o Ituano por 1 a 0, graças a um gol marcado por Alan Kardec aos 42 minutos do segundo tempo, na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, o técnico Gilson Kleina elogiou o poder de superação exibido pelo time, que atuou sem Valdivia, Wesley e Wellington, poupados, além de Leandro, suspenso.

O time, que agora tem 23 pontos na liderança do Grupo D do Campeonato Paulista, voltou a contar com boa atuação de Fernando Prass, autor de bela defesa no primeiro tempo após chute de Cristian, e ainda teve as estreias de Josimar e Bruno César. Para completar, Marquinhos Gabriel entrou no lugar de Mazinho após o intervalo e Kleina apontou evolução do time na etapa final, na qual Josimar deu lugar a Bruno César.

"Foi um jogo difícil. Tivemos dificuldades, eles (do Ituano) no primeiro tempo tiveram chance de ouro e o Prass fez uma grande defesa... No segundo tempo, com um minuto e meio de jogo criamos duas chances. A equipe enfrentou um pouco de dificuldade nessa transição (entre o meio-campo e o ataque). Sabíamos que tínhamos de sair na frente para ter o resultado. Tentamos trabalhar com uma situação diferente, com a entrada dos armadores, e a equipe melhorou", analisou o comandante.

O treinador também eximiu Alan Kardec de culpa pela sua expulsão ocorrida no final do jogo, após o atacante se enroscar com Jackson Caucaia, assim como lamentou a ausência do jogador no confronto deste domingo, contra o Botafogo, às 18h30, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela décima rodada do Campeonato Paulista. "É uma grande perda para nós, ele está em um grande momento", ressaltou Kleina.

Escrito por:

Agência Estado