Publicado 21 de Fevereiro de 2014 - 21h43

Por Carlos Rodrigues

Léo entra no gol do Guarani neste sábado (22): time terá pelo menos duas mudanças em relação ao último jogo

Leandro Ferreira/AAN

Léo entra no gol do Guarani neste sábado (22): time terá pelo menos duas mudanças em relação ao último jogo

Fazer a trinca e finalmente entrar no G4 da Série A2 do Campeonato Paulista. São essas as missões do Guarani para o confronto contra o Mirassol, neste sábado (22), às 10h, no Estádio José Maria Maia, em partida válida pela 9ª rodada. Após fazer sua parte como mandante e derrotar Barueri e Ferroviária, o Bugre viaja com o objetivo de conquistar a terceira vitória consecutiva no torneio pela primeira vez. De quebra, um novo resultado positivo dificilmente deixará o time fora do grupo dos quatro melhores.

Quinto colocado com 14 pontos, o alviverde depende de si e do resultado do Marília contra a Ferroviária para entrar no G4. O MAC é o sexto colocado e tem a mesma pontuação do Bugre, mas saldo inferior — 3 a 2. Por isso, a torcida é para que o Marília não vença em Araraquara ou pelo menos ganhe por uma margem menor de gols em relação ao Guarani. Por outro lado, Capivariano (3º colocado) e Batatais (4º) se enfrentam. Assim, uma vitória fará o Bugre ultrapassar um dos dois, independente do resultado entre eles.

Alheio às combinações e sem pensar muito nos concorrentes, o Bugre quer fazer sua parte e aproveitar o embalo. "O caminho é esse. O trabalho vem sendo feito e estamos indo passo a passo. Viemos de duas vitórias consecutivas em jogos difíceis e isso nos impulsionou para perto do G4", diz o zagueiro Gustavo Bastos, que alerta. "Isso pode trazer um falso conforto ao grupo, mas temos que continuar trabalhando para chegar ao G4 o mais rápido possível."

O técnico Márcio Fernandes sabe que o momento é positivo e espera que seus atletas reúnam forças para enfrentar um adversário que ainda não perdeu em sua casa — são três vitórias e um empate do Mirassol como mandante. "Sabemos que vamos enfrentar novamente um concorrente ao acesso e que investiu muito mais que o Guarani. Não sei se é agora que vamos entrar no G4, mas temos condições", destaca o treinador.

Márcio Fernandes outra vez é obrigado a mexer no time. São pelo menos duas mudanças. No gol, Douglas está fora por conta de um problema no adutor da coxa e dá lugar a Léo. O restante da defesa é o mesmo com Jefferson Feijão e Jefferson nas laterais e Gustavo Bastos e Jorge Luiz na zaga. No meio, apesar de não ter sido confirmado, o trio de volantes com Ricardo Oliveira, Welker e Eduardo Eré deve ser mantido. A novidade é na armação. Poupado, Fumagalli sequer viajou. Assim, Julinho e Esquerdinha disputam a vaga. Na frente, Fabinho está recuperado e forma dupla com Roninho.

Escrito por:

Carlos Rodrigues