Publicado 19 de Fevereiro de 2014 - 19h03

Por Carlos Rodrigues

Torcida bugrina acompanha o time

Cedoc/RAC

Torcida bugrina acompanha o time

Em Bragança Paulista, só dá verde e branco. À vontade em sua “casa”, o Guarani derrotou a Ferroviária por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (19), manteve a invencibilidade no Nabi Abi Chedid e encostou ainda mais no G4 da Série A2 do Campeonato Paulista. Com um golaço de bicicleta de Gustavo Bastos e outro de Ricardo Oliveira, ambos no primeiro tempo, o Bugre chegou ao quarto jogo sem perder no estádio. O resultado levou o time aos 14 pontos, na 5ª posição e na cola do Batatais, que fecha a zona de classificação. No sábado (22), às 10h, o alviverde entra em campo em busca da terceira vitória seguida diante do Mirassol, fora de casa.

Duas equipes querendo jogo. Assim entraram em campo Guarani e Ferroviária. Desfalcado, o Bugre apostou na formação com três volantes, mas sem abdicar da velocidade na frente. Do outro lado, a Ferrinha não se importou com a condição de visitante e procurou espaços desde o início. Isso tornou o começo de partida movimentado e interessante. Faltava uma chance mais clara. E quando ela veio, foi em grande estilo. Após cobrança de falta de Fumagalli, o goleiro Everton tirou de soco, mas a bola ainda ficou rondando a área. Jorge Luiz foi esperto e ajeitou para o parceiro de zaga Gustavo Bastos, que emendou uma bicicleta e fez um golaço, aos 15'.

O gol freou o ímpeto dos visitantes. Bem armado e extremamente consciente, o Bugre passou a tomar conta da partida por completo. E Fumagalli mais uma vez decidiu na bola parada. Desta vez, a batida encontrou a cabeça do volante Ricardo Oliveira, que se antecipou e mandou no cantinho: 2 a 0, aos 34'

Disposta a colocar um pouco de emoção no confronto, a Ferrinha voltou para a etapa complementar no ataque. Na base da bola parada, chegou duas vezes em dez minutos. Aos poucos, o Guarani foi voltando a ter o controle do jogo, mas perdeu várias chances para matar o jogo.

De tanto perder gols, o Guarani acabou castigado aos 35'. Após batida de escanteio, Léo falhou e Alcides descontou para a equipe de Araraquara em um dos únicos vacilos da defesa bugrina.

No último lance, o Bugre teve a chance de ouro de marcar o 3º no contra-ataque, mas Esquerdinha desperdiçou.

Escrito por:

Carlos Rodrigues