Publicado 18 de Fevereiro de 2014 - 22h03

Por Carlos Rodrigues

Julinho foi liberado para acompanhar o nascimento do filho em Florianópolis e sua participação na partida desta quarta-feira (19) é incerta

Carlos Sousa Ramos/AAN

Julinho foi liberado para acompanhar o nascimento do filho em Florianópolis e sua participação na partida desta quarta-feira (19) é incerta

Dois dos clubes de mais tradição do interior paulista, Guarani e Ferroviária se enfrentam, nesta quarta-feira (19), às 20h30, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, dispostos a refletir na tabela de classificação da Série A2 a grandeza que ambos construíram ao longo da história.

Em busca de dias melhores e da volta à elite, Bugre e Ferrinha jogam pela 8ª rodada e perseguem o G4. O alviverde é o 6º com 11 pontos, enquanto a Locomotiva de Araraquara aparece na 9ª posição, com 10.

Sonhando com a entrada no restrito grupo de equipes que garantem o acesso, o Bugre conta com a evolução e a confiança obtidas na vitória sobre o Barueri na última rodada. "Sabemos que vamos enfrentar uma equipe forte, que também é concorrente ao acesso", alerta o técnico Márcio Fernandes.

O meia Fumagalli endossa o discurso do treinador e pede inteligência ao time. "A equipe vem de uma partida consistente e isso dá mais confiança. A Ferroviária também vai brigar lá em cima e, por isso, as dificuldades serão ainda maiores. Mas estamos confiantes. Temos que ter consciência e tranquilidade, pois, com a vitória, esperamos entrar no G4 para não sair mais", destaca. O Bugre soma 11 pontos, um a menos que o Batatais, o primeiro time do grupo de acesso.

Fumagalli é um dos que conhecem bem o adversário. Foi em Araraquara que o jogador deu seus primeiros passos no futebol. E, neste primeiro encontro contra o ex-clube, ele espera sair vitorioso. "Tenho grandes lembranças e muita gratidão de lá. O carinho é grande, mas agora estou do outro lado e necessitamos dessa vitória", destaca.

Para o confronto, o técnico Márcio Fernandes mais uma vez não poderá repetir a equipe. Um desfalque está confirmado. É o volante Diego Souza, que sofreu um desconforto muscular na coxa, está vetado e deverá ser substituído por Eduardo Eré.

Já o lateral-esquerdo Julinho, que atuou no meio-campo no último jogo, foi liberado para acompanhar o nascimento do filho em Florianópolis e sua participação na partida desta quarta é incerta. Caso ele não atue, o meia Esquerdinha pode fazer sua estreia. Ele está regularizado e, na terça-feira (18), atuou entre os titulares em parte do treino. Se essa for a alternativa escolhida, o Guarani mantém a formação com dois meias de criação e dois atacantes. "Sempre procurei um jogador que pudesse fazer a ligação junto com o Fumagalli. Tivemos o Julinho, mas agora temos que aguardar uma definição", explica o técnico.

Escrito por:

Carlos Rodrigues