Publicado 20 de Fevereiro de 2014 - 5h00

Gustavo Teixeira Montagner, advogado, coluna, Carta do Leitor

Cedoc/RAC

Gustavo Teixeira Montagner, advogado, coluna, Carta do Leitor

Gustavo Teixeira Montagner

Advogado, Campinas

Excelente e muito oportuno os artigos do dr. Fabio Toledo, dos dias 10 e 17/2. Devemos tratar a todos com respeito, independentemente de sexo, cor, orientação sexual ou religião, mas também devemos tratar os iguais com igualdade e os desiguais com desigualdade. A questão não é ser contra o casamento de pessoas do mesmo sexo, mas ser contrário à forma pela qual está sendo feito. O casamento entre pessoas do mesmo sexo não é igual ao casamento entre um homem e uma mulher, e essas tentativas de igualar tais condições, como bem apontado pelo dr. Fabio Toledo, estão criando diversas distorções na sociedade. Por que ao invés de pressionar o Judiciário a acatar o casamento sem a devida previsão legal, não pressionam o Legislativo a criar a legislação, tal como deve ser no Estado Democrático de Direito?