Publicado 23 de Fevereiro de 2014 - 5h31

O ano começa com o anúncio de novos investimentos em Campinas e região. A Ascenty, especializada em data centers, amplia o centro de atendimento em Campinas e investe R$ 30 milhões.

O espaço vai abrir mais 300 racks de equipamentos que atenderão companhias brasileiras e estrangeiras. Em Hortolândia, a empresa implanta uma outra unidade que receberá R$ 150 milhões em recursos.

A AGCO, fabricante de equipamentos agrícolas, inaugurou nessa semana, em Campinas, um novo centro de treinamento voltado para a capacitação técnica e operacional das redes de concessionárias das marcas Massey Ferguson e Valtra. Os investimentos somaram R$ 8 milhões.

O presidente da Ascenty, Chris Torto, afirma que a ampliação em Campinas é a última etapa de ocupação do data center que está instalado na cidade.

“A expansão faz parte da terceira etapa do projeto do data center de Campinas. Em cada etapa, foram instalados 300 racks. Ao todo, teremos 900 racks na unidade implantada no município”, diz.

Ele acentua que o novo data hall já tem demanda do mercado. O espaço tem 800 metros quadrados. “O mercado é muito dinâmico e está aquecido em todo o mundo”, pontua.

O executivo afirma que duas novas unidades estão em construção. “A empresa investe em uma segunda etapa no data center de Jundiaí. Também estamos construindo um novo empreendimento em Hortolândia. A Ascenty está implantando uma subestação de energia no local. O investimento no data center de Hortolândia é de R$ 150 milhões”, diz.

Torto salienta que o abastecimento de energia é um dos fatores mais importantes na escolha do local onde será instalado um data center. “Uma das grandes vantagens da região de Campinas é a qualidade do fornecimento de energia. Outra facilidade é a proximidade com São Paulo”, destaca o executivo.

Ele afirma que os investimentos nos três empreendimentos - Campinas, Jundiaí e Hortolândia - geraram 50 novos empregos. “Temos clientes de médio e grande porte. A Ascenty é um grupo global que tem clientes americanos, chineses e europeus”, comenta. E antecipa que a empresa tem interesse em construir mais um data center na região de Campinas.

“Além das plantas com os computadores, nós também investimos em equipamentos que garantam a geração de energia em situações de emergência”, diz.

Centro de treinamento

A AGCO, que fabrica e distribui equipamentos agrícolas, inaugurou na última semana um novo centro de treinamento para capacitar profissionais que trabalham com equipamentos das marcas comercializadas pela empresa como Massey Ferguson e Valtra.

O espaço vai dar suporte às concessionárias nos países da América do Sul e Central. De acordo com a empresa, o complexo tem uma área de mais de 3 mil metros quadrados. A empresa investiu no local R$ 8 milhões.

O centro vai possibilitar aos profissionais conhecer as novas tecnologias empregadas nas linhas de tratores, colheitadeiras, pulverizadores e implementos da fabricante. No espaço, será possível utilizar uma “bancada viva”, que permitirá a realização de simulações sobre situações reais de diagnósticos em peças e componentes dos motores.