Publicado 19 de Fevereiro de 2014 - 5h30

Com a mesma formação que conquistou três vitórias consecutivas e encheu seu torcedor de esperança, a Ponte Preta quer reencontrar o bom caminho no Campeonato Paulista. O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, está de olho na zona de classificação para as oitavas de final. Por isso, tenta quebrar a série de duas derrotas, hoje, às 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, diante do Linense, pela nona rodada da competição.Depois do treino tático de ontem de manhã, o treinador confirmou o retorno de três titulares que não atuaram na última rodada. O goleiro Roberto está recuperado de uma crise de lombalgia (dores agudas nas costas) e reassume o lugar ocupado por Daniel. Ferrugem e Fernando Bob, liberados depois da suspensão por acúmulo de cartões amarelos, voltam ao time nos lugares de Junio e Alef, respectivamente.Com a manutenção do volante Bruno Silva e do meia Adrianinho, que haviam retornado ao time na derrota para o Atlético Sorocaba, no final de semana, a Macaca volta a ser a mesma das vitórias sobre o Corinthians, Comercial e São Paulo. “Esta equipe foi a que nos trouxe melhores resultados. Por isso, vai retornar tudo como era antes das contusões e suspensões”, garante Vadão. “Mas não descarto uma mudança tática. O time está em processo de formação e ainda vem oscilando bastante”, justifica.Diante de mais um adversário considerado “pequeno”, Vadão espera um jogo de igualdade no Majestoso. “O Linense adota praticamente a mesma forma de jogo que a gente. Espero um time aberto pelo lado esquerdo e que terá atenção maior com a marcação. Por isso, fizemos um treino tático em que testamos possibilidades de mudança de posicionamento”, explica.Se a Macaca vai a campo com o que tem de melhor no momento, o Linense não poderá contar com o zagueiro Alex Moraes, suspenso pelo terceiro amarelo. Em compensação, o zagueiro Fernando está recuperado e assume a vaga. O time de Lins bateu o Paulista, por 1 a 0, no final de semana, e deu uma trégua ao momento ruim, já que vinha de duas derrotas seguidas. Com o resultado, entrou novamente na briga por vaga nas quartas de finais, chegando aos 10 pontos, em terceiro lugar do Grupo A.Com 12 pontos, a Macaca está em terceiro lugar do Grupo C, a dois do São Bernardo, que enfrenta o São Paulo, amanhã, às 21h, dentro de casa. “Estamos com 50% de aproveitamento, a apenas 5% do objetivo traçado. De repente, a gente vence e eles tropeçam, poderemos voltar à zona de classificação. É ter confiança e buscar o resultado”, finaliza Vadão.

Roberto volta após sofrer com lombalgia

Roberto está de volta ao gol da Ponte, recuperado de uma crise de lombalgia. A saída do capitão do time coincidiu com duas amargas derrotas que interromperam a reação no Paulista. A ausência inspirou até insinuações de uma possível transferência para outro clube. Ontem, o jogador falou pela primeira vez sobre a contusão. “Tenho isso há muito tempo. Acontece porque quando garoto cresci muito rápido em pouco tempo. Cada vez que 'trava', são três ou quatro dias que fico impossibilitado de fazer qualquer movimento. A dor eu sempre suportei. Mas quando acontece limitação de movimentos, aí não tem jeito. Para se ter uma ideia, eu precisei de ajuda até para descer a escadaria do campo para vestiário”, contou, lembrando do teste que tentou fazer antes da partida com o Ituano.

O goleiro contou que a contusão aconteceu durante um treino de musculação na véspera da partida. “Senti que deu mau jeito nas costas, mas continuei treinando normalmente. Na hora não senti porque a musculatura estava aquecida. Mas quando acordei na quarta-feira (dia do jogo) estava tudo travado."

Roberto se mostrou incomodado por causa das insinuações sobre uma possível transferência. “Só quero deixar bem claro que não tenho empresário e ninguém pode falar por mim. Tudo o que acontecer aqui o torcedor vai saber. Estou muito feliz na Ponte”, assegura. (PS/AAN)

NO MAJESTOSO

TC10+

Com 6.813 inscritos no TC10+, a Ponte Preta ocupa a 21 posição entre os 45 clubes do Movimento Por Um Futebol Melhor, criado pela Ambev. Hoje, são mais de 600 produtos oferecidos aos torcedores da Macaca com descontos. Uma das novidades do programa é a criação do "caminhão de prêmios", em que os participantes concorrem a um carro por mês, vale combustível, vale-compras e ingressos para a Copa do Mundo.

Retrô

A Ponte Preta irá entrar em campo vestida de maneira diferente hoje. A partida contra o Linense vai marcar a estreia de um uniforme retrô, criado em alusão ao ano de fundação do clube.

Ingresso

O torcedor da Ponte Preta que for ao jogo de hoje à noite usando a camisa do time pode pagar meia-entrada, que é vendida por R$ 20,00 nas bilheterias do Majestoso. O preço normal dos bilhetes é R$ 40,00.

PONTE PRETA

Roberto; Ferrugem, Cesar, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva, Fernando Bob e Adrianinho; Silvinho, Alemão e Ademir. Técnico: Vadão.