Publicado 28 de Fevereiro de 2014 - 13h20

Por Adriana Ferezim

Moção de Apelo entrou em votação na reunião na noite de quinta-feira (27)

Del Rodrigues/ AAN

Moção de Apelo entrou em votação na reunião na noite de quinta-feira (27)

A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores protocolou Moção de Apelo à Assembleia Legislativa para a criação da Região Metropolitana (RM) de Piracicaba. A proposta entrou em votação na reunião de quinta-feira (27).

De acordo com o vereador Carlos Alberto Cavalcante (PPS), o Carlinhos, o objetivo é transformar o Aglomerado Urbano de Piracicaba em RM. "Dessa forma teremos mais força para solicitar e reivindicar melhorias para as 23 cidades da região".

Segundo ele, a demanda foi levantada pelo parlamento do Aglomerado Urbano, formado por vereadores dos 23 municípios.

"Se nos tornarmos Região Metropolitana, conseguiremos benefícios que atualmente estamos solicitando, mas não estamos sendo atendidos".

Um dos pedidos é com relação à unificação da Discagem Direta à Distância (DDD). "Já solicitamos que todas as cidades do aglomerado com DDD 19 tenham tarifa local, mas fomos informados que esse benefício seria concedido apenas para regiões metropolitanas".

Os parlamentares do aglomerado também irão procurar os deputados dos seus partidos para solicitar a mudança. "Informalmente já conversei com o deputado Roberto Morais, que é do meu partido, sobre o assunto", explicou.

Na moção, assinada pelos vereadores da Mesa, João Manoel dos Santos (PTB), Carlinhos, José Aparecido Longatto (PSDB) e André Bandeira (PSDB), justificam que a divisão administrativa do Estado tem como objetivo integrar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum para atender as respectivas peculiaridades da região e que a Assembleia Legislativa já aprovou quatro regiões metropolitanas, solicita apoio para a criação de Piracicaba. .

Segundo os vereadores, atualmente a comunicação entre pessoas, empresas e órgãos públicos é uma necessidade evidente na região e importante para o seu desenvolvimento econômico. Por esse motivo seria de grande benefício a eliminação da cobrança de tarifa DDD.

"Essa medida pode ocasionar uma economia ao bolso dos consumidores de cerca de R$ 0,16 por minuto, já que a média nas ligações locais nas operadoras custa R$ 0,07 por minuto e as ligações DDD custam R$ 0,23, diferentemente de como já acontece nas regiões metropolitanas de Campinas e Grande São Paulo".

Os vereadores argumentaram ainda que o agrupamento das cidades promove o planejamento regional para o desenvolvimento socioeconômico e melhoria da qualidade de vida; a cooperação dos diferentes níveis de governo, mediante a descentralização, articulação e integração de seus órgãos e entidades da administração direta e indireta atuantes na região, visando ao máximo aproveitamento dos recursos públicos a ela destinados.

Escrito por:

Adriana Ferezim