Publicado 21 de Fevereiro de 2014 - 5h00

Por Da redação

A Prefeitura de Nova Odessa, através da diretoria de Promoção Social, em parceria com a Apnen (Associação dos Portadores de Necessidades Especiais de Nova Odessa) e a Apadano (Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Nova Odessa), tem recebido os currículos de pessoas com deficiência que têm condição de trabalhar. Os documentos serão encaminhados para as empresas da região. Os interessados devem se dirigir ao Paço Municipal ou à sede da Apadano.

“A Prefeitura e as entidades têm feito o trabalho de intermediação do contato do deficiente com as empresas da região, já que existe uma lei que faz com que elas tenham uma cota de deficientes entre seus funcionários. Nós estamos empenhados nesse projeto, pois sabemos que Nova Odessa possui muitos deficientes que têm condição de trabalhar e desejam isso”, declarou o diretor de Promoção Social, João Roberto Grahl.

Segundo o presidente da Apnen, Carlos Alberto Raugust, a pessoa pode ser chamada para uma entrevista imediatamente, mas é importante que deixe seu currículo com a Prefeitura ou com as entidades. “Mesmo que a pessoa não seja chamada de imediato, nós mantemos um arquivo de currículos e sempre que as empresas nos solicitarem funcionários, estaremos encaminhando para elas. Estamos fazendo esse trabalho pois acreditamos que o que falta para os deficientes não é a vontade de trabalhar, mas sim a oportunidade. Com esse trabalho, pretendemos aumentar as oportunidades para eles”, explicou Raugust.

“O trabalho é muito importante para aquela pessoa deficiente que tem condição de realizar uma atividade. Prova para o deficiente que ele é capaz como qualquer pessoa e traz dignidade para a vida dele”, disse o presidente da Apadano, Daniel Carlos Tavares.

A Prefeitura de Nova Odessa fica na Avenida João Pessoa, número 777, no Centro. A sede da Apadano está localizado na rua Celeste Cereser Paulon, número 101, no Jardim Santa Luiza II.

Também é possível entrar em contato com a Apadano através dos e-mails [email protected] e [email protected] e com a Apnen através do e-mail [email protected] e do telefone 3466-3321.

Escrito por:

Da redação