Publicado 18 de Fevereiro de 2014 - 18h48

Por willians Menani

Os 55 mil moradores de Andradina (628 km de São Paulo) ganharam um aliado contra a proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue. É a crotalária, planta que tem sido utilizada como controle biológico de insetos. Além dos cuidados básicos como evitar água parada em pneus, garrafas, vasos e outros recipientes, a população da cidade terá que cultivar a espécie.

Desde o início deste mês, o setor de Endemias de Andradina está distribuindo 100 quilos sementes da planta e a prefeitura já anunciou o plantio de 50 quilos em áreas públicas.

A Crotolária é uma leguminosa de origem indiana, poderosa na recuperação de solos degradados. Rica em nutrientes como nitrogêneo ela é utilizada no manejo da terra como forração e adubação verde. Mas nos últimos anos a leguminosa ganhou a função ecológica de erradicar o mosquito transmissor da dengue. Por meio de sua flor amarela (às vezes com listras vermelhas), atrai as libélulas, predadoras naturais do mosquito.

 

A nova arma contra a dengue já é utilizada em outras cidades paulistas, como São José do Rio Preto e Monte Aprazível. Ituverava e Araraquara também estão distribuindo sementes da planta para os moradores.

 

Veja também

Escrito por:

willians Menani