Publicado 17 de Fevereiro de 2014 - 5h00

Por Da redação

Uma pesquisa divulgada recentemente aponta que parar de fumar sem ajuda de especialista é mais difícil. Em Nova Odessa, a Secretaria de Saúde dá uma “força” para quem quer largar o cigarro e oferece gratuitamente o programa Respire Saúde em três das cinco UBSs (Unidades Básicas de Saúde). De acordo com o último levantamento feito pela Diretoria de Atenção Básica Preventiva, das 85 pessoas já atendidas pelo programa, no ano passado, 71 delas pararam de fumar – percentual que representa 83% de resolutividade.

“O cigarro tem substâncias que estimulam a produção de hormônios que causam o prazer, aliviam a tensão e ansiedade e por isso é tão difícil parar. Além de conter nicotina que por si só já é suficiente para causar a dependência. Não é só com remédios que a pessoa deixa de fumar, é preciso querer parar e o acompanhamento é fundamental. Realmente ajuda e muito”, afirmou a fisioterapeuta Cristiane Mareschi Barbosa, responsável pelo atendimento aos grupos.

O programa dura em média um mês e meio e o atendimento é feito através de encontros semanais que são acompanhados por uma equipe multidisciplinar composta por profissionais da área de Saúde como: dentista, nutricionista, farmacêutica, psicólogo, fisioterapeuta e clínico geral.

“Durante o programa Respire Saúde, além dos encontros, são feitas avaliações médicas e a distribuição de alguns medicamentos gratuitamente que auxiliam no tratamento, além de orientações e acompanhamentos individuais”, explicou a diretora de Atenção Básica Preventiva, Adriana Cristina Welsch Ferraz.

Segundo um estudo divulgado pelo jornal médico Addiction, da Inglaterra, aqueles que querem parar de fumar têm três vezes mais chances de conseguirem se procurarem a ajuda de um profissional treinado do que se tentaram sozinhos.

O tabagismo pode desencadear uma série de doenças que podem levar a morte como câncer de pulmão, infertilidade, infarto, AVC, e entre outras. Nas mulheres, o tabagismo pode desencadear além destas, o câncer de mama, mais cólicas pré-menstruais, menopausa precoce e osteoporose. Segundo os especialistas, de todos os indivíduos que fumam metade morre em decorrência do vício.

“Tudo é motivo para o fumante fumar e a ajuda é muito importante, pois apenas 5% dos que tentam parar de fumar sozinhos realmente conseguem. Mas é importante destacar que apenas 30% é nossa parte e 70% é do próprio fumante. Parar de fumar é querer parar, se não, não pára”, ressaltou Cristiane, reforçando o convite para que os interessados se inscrevam nos grupos.

O programa Respire Saúde retomará as atividades no mês de março, mas já está com inscrições abertas para novos grupos. Na UBS 2, do jardim São Jorge, o primeiro encontro será no dia 11 de março, às 9h. No jardim São Manoel, a UBS 3 iniciará um novo grupo no dia 12, às 14h, e no dia 13, às 19h, também se inicia um novo grupo na UBS 5 que fica no Jardim Alvorada.

Para se inscrever basta comparecer na recepção do postinho de Saúde mais próximo da residência com documento de Identidade (RG) e comprovante de endereço.

Confira os endereços:

UBS 2:Rua São Paulo, nº 65, Jardim São Jorge

UBS 3:Rua Sigesmundo Andermman, nº 731, Jardim São Manoel

UBS 5: Rua das Imbuias, nº 65, Jardim Alvorada

Escrito por:

Da redação