Publicado 13 de Fevereiro de 2014 - 14h06

Por Rogério Verzignasse

O general José Eduardo Pereira conversa com o prefeito Jonas

Dominique Torquato/AAN

O general José Eduardo Pereira conversa com o prefeito Jonas

Campinas começa a planejar ações integradas de segurança pública para o período da Copa do Mundo.

 Nesta manhã de quinta-feira (13), durante a primeira reunião do chamado Grupo de Coordenação Local - formado por representantes do Exército, Polícia e Prefeitura - ficou definido que, até junho, os encontros vão debater a prestação de serviço a comitivas e torcedores.

Como sete delegações estarão hospedadas em um raio de cem quilômetros a partir do Aeroporto Internacional de Viracopos, está definido, por exemplo, que não haverá remanejamento de tropas policiais para o patrulhamento preventivo e ostensivo da Capital.

Toda a estrutura disponível - homens, veículos e equipamentos - estará alocada na própria região, em ações pontuais para a escolta de delegações; ordenação do fluxo urbano e deslocamentos; controle de aglomerações populares e eventuais distúrbios civis.

Trata-se de um programa amplo - com comando unificado - para garantir tranquilidade a pelos menos 100 mil turistas esperados na cidade.

Veja também

 

Escrito por:

Rogério Verzignasse