Publicado 07 de Fevereiro de 2014 - 18h04

Por Moara Semeghini

Mulher se protege do sol em Campinas

Rodrigo Zanotto/Especial para AAN

Mulher se protege do sol em Campinas

A semana que passou foi a mais quente deste Verão em Campinas – a cidade registrou recordes seguidos de altas temperaturas – com máximas chegando a 36.6 graus, segundo dados do Centro de Pesquisa Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Unicamp.

De acordo com o professor do Cepagri, Hilton Silveira Pinto, a previsão é que o calor persista e ainda não há previsão de chuva.

Nesta sexta-feira (7) a temperatura chegou a 37 graus às 16h20, mesmo número dos últimos dois dias. A sequência de recordes começou no último domingo (2), quando a temperatura chegou a 36,1ºC entre às 16h e 17h, até então o dia mais quente do ano. Na última terça-feira (4), o calor aumentou mais ainda e Campinas bateu novo recorde com a máxima de 36,5°C às 16h20.

A Defesa Civil divulgou uma nota para alertar a população sobre a baixa umidade do ar e o excesso de raios ultravioleta. De acordo com a nota dados da Estação Norte do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), a Umidade Relativa do Ar registrou 29,3% ao meio-dia desta sexta-feira (7).

Já o Cepagri informou que a incidência de raios ultravioleta na cidade alcançou 8,3 (categoria considerada muito alta), às 12h08 de hoje (7). (Confira abaixo os cuidados que devemos ter em caso de baixa umidade do ar).

Recordes

Além de registar os dias mais quentes do ano, outros números impressionam. O ano de 2014 já é o mais seco dos últimos 25 anos em Campinas, com média de chuva de 152,7 milímetros em janeiro. Outro número que chamou a atenção festá relacionado às queimadas devido ao tempo quente e seco. Em janeiro deste ano, as ocorrências de focos de incêndio e queimadas na cidade aumentaram cerca de 457% em comparação ao mesmo período de 2013, segundo informação do Corpo de Bombeiros.

Campinas também registrou o janeiro mais quente dos últimos 25 anos, com temperaturas médias chegando aos 33 graus – desde que o Cepagri começou a fazer a medição na cidade, a partir do segundo semestre de 1989.

Cuidados que devem ser adotados em caso de baixa umidade do ar:

-Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h

-Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins etc.

-Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas etc

-Consumir água à vontade

Cuidados a serem adotados quanto à alta incidência de raios ultravioleta:

-Evitar se expor ao sol em horários próximos ao meio-dia

-Procurar se manter em locais sombreados

-Usar roupas para proteger o corpo

-Usar chapéu para proteger os olhos, rosto e pescoço

-Usar protetor solar

 

Veja também

Escrito por:

Moara Semeghini