Publicado 05 de Fevereiro de 2014 - 6h00

Por Maria Teresa Costa

Durante a Copa do Mundo, os pousos e decolagens no Aeroporto de Viracopos serão coordenados pela Anac

Élcio Alves/ AAN

Durante a Copa do Mundo, os pousos e decolagens no Aeroporto de Viracopos serão coordenados pela Anac

O movimento de aeronaves no Aeroporto Internacional de Viracopos cresceu 10,1% em 2013 e saltou da 8ª para a 6ª posição no ranking dos dez aeroportos com mais pousos e decolagens do País. Além de Viracopos, apenas Guarulhos teve saldo positivo em 2013. O aeroporto, que atualmente tem 7 mil trabalhadores na obras de ampliação, foi vistoriado nesta terça-feira (4) pelo ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wellington Moreira Franco, que considerou Viracopos o que está em melhores condições de obras e cumprindo o contrato.

"Vendo o ritmo das obras e a certeza de que a ampliação será entregue em 11 de maio, até pensei na música. Se todos fossem iguais a você, nós não estaríamos no sufoco que estamos de percorrer os aeroporto da Copa, sobretudo para pressionar as empresas para que cumpram contratos e prazos", afirmou. Em Fortaleza, por exemplo,a empresa não consegui cumprir o contrato e o aeroporto terá um "puxadinho" como terminal de passageiros na Copa.

 

Movimento

Viracopos fechou 2013 com 127.252 movimentos de pouso e decolagem, período em que recebeu 9,29 milhões de passageiros, segundo balanço da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos (ABV). A tendência é de novo recorde em 2014, segundo o diretor de operações, Marcelo Mota. Ele projeta que Viracopos deverá receber 40% dos voos charteres que virão ao Brasil durante a Copa, um aumento no número de empresas aéreas internacionais que escolherão Viracopos como base de suas operações e o crescimento natural no número de voos domésticos.

 

Veja também

Escrito por:

Maria Teresa Costa