Publicado 22 de Fevereiro de 2014 - 18h29

Por Agência Estado

Teliana Pereira, atual número 98 do mundo, deve ganhar de 10 a 15 posições no ranking da WTA

France Press

Teliana Pereira, atual número 98 do mundo, deve ganhar de 10 a 15 posições no ranking da WTA

Depois de três boas vitórias no Rio Open, Teliana Pereira acabou sendo eliminada pela favorita Klara Zakopalova na semifinal da chave feminina neste sábado (22). A número 1 do Brasil não resistiu a tenista da República Checa, número 35 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1.

Até então, Teliana não havia perdido um set sequer na competição que estreou no calendário nesta semana. Com o revés, ela manteve o jejum de 26 anos sem uma brasileira em final deste nível. Apesar da eliminação, a tenista número 98 do mundo deve ganhar de 10 a 15 posições no ranking da WTA, a ser atualizado na segunda-feira (24).

Se conseguir se manter entre as 100 primeiras do mundo, Teliana não terá problema para garantir seu lugar na chave principal de Roland Garros, que será disputado no fim de maio. Também terá vaga nos Torneios de Indian Wells e Miami, em piso duro, em março. Depois do Rio Open, ela voltará a competir no Brasil, desta vez no WTA de Florianópolis, na próxima semana.

Neste sábado, Teliana teve poucas chances diante de Zakopalova. Mesmo no agitado primeiro set, a checa se saiu melhor. Dos oito games da parcial, seis foram vencidos com quebra de saque, quatro deles a favor da checa. Pressionada, Teliana não conseguiu levar nenhum game de saque.

No segundo set, Zakopalova foi ainda melhor e, sem ceder quebras, se impôs três vezes no serviço da brasileira e encaminhou a vitória, em 1h17min. Em busca do título, a checa vai encarar no domingo (23) a japonesa Kurumi Nara, que venceu a italiana Nastassja Burnett por 6/4, 3/6 e 6/2.

"Ela jogou muito bem, foi sólida do começo ao fim. Eu joguei num ritmo só, faltou variar. Não consegui jogar meu melhor tênis. Ela mereceu a vitória mais do que eu", disse Teliana, em entrevista à Sportv. "Mas foi uma grande semana, tenho que sair daqui com a cabeça erguida. O público me apoiou bastante. Eles ficaram comigo o tempo inteiro. Saio daqui maior do que eu entrei".

Escrito por:

Agência Estado