Publicado 22 de Fevereiro de 2014 - 21h28

Por Vilma Gasques

Desfile da City Banda 2014 em Campinas

Camila Moreira/ AAN

Desfile da City Banda 2014 em Campinas

 

As boas vindas ao Carnaval 2014  em Campinas foi em grande estilo e com a saída de dois blocos para as ruas da cidade na tarde de ontem. A festa só não foi maior porque a chuva forte espantou parte dos foliões no meio do caminho da City Banda, que reuniu pelo menos 15 mil até as 17h. A folia na cidade continuaria à noite com a saída do terceiro bloco, o Berra Vaca, em Barão Geraldo, com promessa de ficar na rua até o amanhecer.

 

O tempo colaborou logo no início dos festejos e a tradição dos blocos foi mantida. O Unidos do Candinho deu a largada à festa de momo no distrito de Sousas. A concentração, com pelo menos mil pessoas, foi em frente ao hospital. Os participantes seguiram com o trio elétrico até a Praça Beira Rio, onde todos dançaram ao som das marchinhas. O tema escolhido este ano para o desfile do Unidos do Candinho foi “Arte e Resistência”, uma alusão às manifestações que tomaram o Brasil e o mundo desde o ano passado.

 

O maior bloco, porém, a City Banda, reuniu os foliões em várias ruas do Cambuí, com concentração na Rua Guilherme da Silva, de onde os participantes saíram, muitos fantasiados, para um percurso que passou pela Rua Coronel Quirino, General Osório, contornou o Centro de convivência Cultural (CCC) e seguiu pelas ruas Conceição e Maria Monteiro até retornar para o local de partida. “Este ano a City Banda não elegeu nenhum tema específico. Resolvemos homenagear os músicos que tocam conosco há 20 anos”, diz Geraldo Jorge, um dos fundadores do bloco.

 

Ele calculou que ontem o número de foliões chegou a 15 mil. “No ano passado a Polícia Militar calculou que foram 13,5 mil participantes. Este ano tem mais gente”, ressalta.

 

E tudo estava bem, com muita energia. Como é de costume, muitos pequenos blocos que fazem a alegria dos foliões compõem o cordão carnavalesco e, com eles, muitas fantasias diferentes enchem de cores as ruas do Cambuí.

 

Depois que a banda tocou por quase uma hora em cima do trio elétrico da City Banda, e a chuva dispersou boa parte dos foliões, a festa no Cambuí continuou com música eletrônica.

Escrito por:

Vilma Gasques