Publicado 19 de Fevereiro de 2014 - 5h00

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), tornou oficial nesta terça-feira (18) a troca de dois dos seus secretários. O primeiro deles, o de Gestão e Controle, Flávio Henrique Costa Pereira, deixa o governo para trabalhar na campanha do senador Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República. Apesar da saída de Flávio, a secretaria continua nas mãos do PSDB. O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB) indicou Walter Petito para a vaga. Ele assume a função amanhã.

 

Comunistas

 

A segunda troca é no comando da Secretaria de Planejamento. Sai o atual secretário Ulysses Semeghini e entra o ex-presidente da Sanasa Fernando Pupo (PCdoB). Semeghini continua no governo na vaga que era de Pupo na Sanasa, como gerente de Geotecnologia. A troca foi articulada pelos comunistas depois que Sergio Benassi perdeu o comando da Emdec. A alteração vai ocorrer na sexta-feira da próxima semana.

 

A saia justa

 

A ideia do deputado estadual Antonio Mentor (PT) de incluir a cidade de Elias Fausto no grupo da Região Metropolitana de Campinas (RMC) irritou muita gente. O mais indignado foi o próprio prefeito de Elias Fausto, Laércio Bertarelli, o Dude (PSDB), que sequer foi consultado sobre o assunto. Ele afirmou nesta terça-feira que ficou horas tentando resolver o pepino. Afinal, segundo o chefe do Executivo, ele não queria criar embaraços com o prefeito de Morungaba, Beto Zem (PV).

Veja bem

O principal problema para o prefeito de Elias Fausto era atrapalhar os planos de Morungaba que espera há 13 anos sua inclusão na RMC. Com a emenda de Mentor, a votação da proposta poderia ser adiada. O deputado então decidiu recuar e apresentar sua ideia posteriormente. O parlamentar disse que só incluiu a emenda porque foi um pedido de um grupo de Elias Fausto, mas que agora pretende conversar com o prefeito sobre o assunto.

Irritação

 

O embaraço foi tamanho que o prefeito de Morungaba resolveu ir até a Assembleia Legislativa interferir junto às lideranças políticas para que a emenda fosse retirada da proposta. Teve até bate-boca.

Xororó e Marcela

A Prefeitura de Campinas publicou nesta terça os vencedores do sorteio da Nota Fiscal Eletrônica. Entre os contemplados estão o cantor sertanejo Xororó, que ganhou um videogame, e a ex-vereadora Marcela Moreira (PSOL), que faturou um tablet. O pessoal lá do Palácio dos Jequitibás aguarda Xororó na cerimônia de premiação. A presença do cantor pode ajudar o Executivo a promover a nota fiscal, que andou apresentando alguns problemas...

Uma homenagem

 

Os petistas gostaram tanto da passagem do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha por Campinas que decidiram protocolar na Câmara um projeto de decreto para conceder a ele o título de Cidadão Campineiro. A ideia foi encabeçada pelo vereador Carlinhos Camelô (PT) e será votado na sessão de hoje.

 

Imóveis abandonados

 

A Câmara de Campinas faz nesta quinta-feira (20) uma audiência pública para discutir o projeto de autoria do vereador Marcos Bernardelli (PSDB) que repassa para a Prefeitura imóveis que estão abandonados na cidade. O tucano protocolou a proposta no ano passado. De acordo com o parlamentar, existem na cidade, conforme levantamento do IBGE, 26 mil imóveis não ocupados e que poderiam ser utilizados em projetos de reurbanização e também para ajudar a diminuir o déficit habitacional. A discussão está marcada para às 9h30, no plenário da Câmara.