Publicado 28 de Fevereiro de 2014 - 8h08

Por France Presse

Pensava há tempos que íamos ter que intervir em algum momento, declarou Taro Aso

France Press

Pensava há tempos que íamos ter que intervir em algum momento, declarou Taro Aso

O ministro japonês das Finanças, Taro Aso, anunciou nesta sexta-feira (28) que o governo tomará medidas diante do problema da plataforma de bitcoin MtGox, que afundou a moeda virtual em uma crise inédita. "Pensava há tempos que íamos ter que intervir em algum momento" com relação a esta moeda virtual criada em 2009, declarou Taro Aso em uma coletiva de imprensa.

"Devo dizer que este momento chegou mais rápido que o previsto", acrescentou o ministro.

"Pensava que este tipo de assunto não podia durar muito tempo. Acreditava que em algum momento ia entrar em colapso", insistiu Taro Aso.

O bitcoin é negociado em várias plataformas situadas no Japão, como a MtGox, mas também na China, em Hong Kong, na Europa e nos Estados Unidos.

A MtGox, uma das plataformas mais antigas e importantes, interrompeu as transações no dia 7 de fevereiro e na terça-feira passada retirou o conteúdo de seu site, onde aparecem apenas uma mensagem de seu presidente, Mark Karpeles, e outra mais curta assinada pela equipe da empresa.

Os clientes da MtGox temem ter perdido centenas de milhares de dólares em bitcoins.

Até agora não se sabe se a MtGox sofreu um ataque de hackers ou simplesmente enganou seus clientes.

Escrito por:

France Presse