Publicado 28 de Fevereiro de 2014 - 7h33

Por France Press

Conselho de segurança nacional e de defesa foi convocado para abordar a situação da Crimeia

France Press

Conselho de segurança nacional e de defesa foi convocado para abordar a situação da Crimeia

O Parlamento ucraniano votou nesta sexta-feira (28) uma resolução que pede que os Estados Unidos e a Grã-Bretanha garantam sua soberania depois que homens armados tomaram o controle, durante a noite, de dois aeroportos da Crimeia.

Estados Unidos, Grã-Bretanha e Rússia se apresentaram como fiadores da independência da Ucrânia no Memorando de Budapeste, assinado em 1994, em troca de que o país renunciasse às armas nucleares após a queda da União Soviética, da qual formava parte.

O texto pede que os países fiadores "confirmem seus compromissos" com a Ucrânia e iniciem "consultas imediatas com ela para diminuir a tensão".

O conselho de segurança nacional e de defesa foi convocado para abordar a situação da Crimeia, anunciou o presidente interino, Olexander Turchinov, no Parlamento.

Segundo ele, os homens armados que ocupam desde quinta-feira o governo e o Parlamento da Crimeia em Simferopol são "terroristas armados que agem sob bandeira russa".

Veja também

 

Escrito por:

France Press