Publicado 20 de Fevereiro de 2014 - 7h34

Por France Press

Operários de usina nuclear de Fukushima trabalham em reator

France Press

Operários de usina nuclear de Fukushima trabalham em reator

Um novo vazamento de água contaminada foi constatado na parte superior de um dos vários depósitos instalados na central nuclear acidentada de Fukushima, anunciou nesta quinta-feira (20) a operadora Tokyo Electric Power (Tepco). Quase 100 metros cúbicos saíram da cisterna afetada, informou um porta-voz da empresa.

"Não há nenhuma fossa perto deste depósito, que está afastado do Oceano Pacífico e, portanto, é pouco provável que a água que escapou tenha chegado ao mar", disse o representante da empresa.

A distância entre o depósito e a costa é de quase 700 metros.

Esta água não contém césio radioativo, mas permanece contaminada por radionuclídeos que emitem raios beta. A Tepco afirmou que mediu uma radioatividade de 230.000 becquerels de estrôncio e outros emissores de radiações beta por litro.

"O vazamento foi contido e estamos recuperando a água que escapou e a terra contaminada", disse o porta-voz.

O acidente provocou uma situação inédita com quatro reatores muito danificados e a emissão de grandes quantidades de elementos radioativos no ar, solo e água da região.

Veja também

Escrito por:

France Press