Publicado 21 de Fevereiro de 2014 - 22h32

Por Yasmine Souza

Acusado de tentar assaltar comércio é atendido pelo Samu após levar dois tiros de um cliente que é policial

Leandro Ferreira/AAN

Acusado de tentar assaltar comércio é atendido pelo Samu após levar dois tiros de um cliente que é policial

Um assaltante se deu mal ao tentar roubar a lanchonete de um lava-rápido, na Rua Jorge Krug, no Guanabara, em Campinas, na noite desta sexta-feira (21). Alex Cândido da Silva, 27 anos, acabou baleado por um policial civil que estava no local no momento da ação criminosa. Segundo o delegado do Plantão Policial de Campinas, Luis Carlos Patrício Nascimento, o criminoso chegou, por volta das 18h10, e anunciou o assalto apontando um revólver contra os clientes e funcionários. "O policial se identificou e exigiu que ele baixasse a arma, mas o ladrão não obedeceu e tentou disparar contra ele" , afirma Nascimento. A arma picotou e o policial aproveitou para atirar.

De acordo com uma funcionária que preferiu não se identificar, o estabelecimento já estava com os portões fechados, quando o criminoso chegou de moto e pediu para o segurança se poderia entrar para comprar uma garrafa de água. Ele foi até o banheiro e depois seguiu para o balcão onde pediu um copo de água da torneira. Quando a atendente virou-se para buscar o pedido, o bandido foi em direção das mesas em que estavam os clientes e anunciou o roubo. "Foi muito rápido. Quando vi a arma na mão dele fiquei abaixada atrás do balcão. Só ouvi os tiros" , conta a funcionária. O policial contou que só atirou ao perceber que ladrão não ia se render.

Silva ficou ferido na perna e no abdome e foi socorrido pela Samu para o Hospital Mário Gatti e vai sair preso em flagrante por tentativa de roubo. O caso foi apresentado no Plantão Policial. Nascimento afirmou que, inicialmente, Alex não tinha passagem pela polícia.

Escrito por:

Yasmine Souza