Publicado 20 de Fevereiro de 2014 - 11h00

Folia em Sousas foca a sustentabilidade

Folia em Sousas foca a sustentabilidade

Folia em Sousas foca a sustentabilidade

Decoração feita com material reaproveitado, shows e barracas de restaurantes na praça são destaques do Carnaval no distrito

 

 

 

 Da assessoria

Carnaval Sustentável existe e chegou para ficar em Sousas. Para se tornar uma referência em sustentabilidade, o evento mais aguardado do ano foi escolhido para iniciar a prática que espera se tornar tradição no distrito que há 14 anos não tem atrações aos foliões. A iniciativa do Carnaval Sustentável é da Subprefeitura de Sousas, com apoio da Secretaria de Cultura. O Carnaval em Sousas acontece de 1 a 4 de março, das 16h às 20h, na Praça Beira Rio, com entrada franca.

O evento contará com a parceria da Adegas (Associação dos Estabelecimentos Gastronômicos de Sousas e Joaquim Egídio) com o objetivo de enaltecer ainda mais a festa que este ano terá “barraquinhas” montadas na Praça Beira Rio para que os foliões conheçam as delícias dos estabelecimentos associados. O presidente da associação e sócio proprietário do El Tambo, Luís Felipe Sagioro, comemora a parceria realizada. “É uma grande satisfação participar de um evento cultural em nossa região. Nossa estreia será no Carnaval de Sousas, mas pretendemos continuar nos próximos”, explica. Além do Carnaval, a Adegas conta com um cronograma anual de eventos gastronômicos que serão desenvolvidos na região.

A decoração do Carnaval foi realizada com materiais reaproveitados, para isso, foram recolhidas mais de 4 mil sacolas plásticas, garrafas pet, isopor, tapumes entre outros materiais reaproveitados do lixo pelo Ateliê Oráculo, formado por Kate Manhaez, Junior Souza e Rhelga Westin. “Definimos uma estratégia diferente, nossa intensão é resignificar objetos, pois tudo está muito saturado, estamos tentando de alguma forma encontrar novos sentidos para as coisas. Para isso fizemos a coleta do material no lixo e pedidos doações de sacolas plásticas à comunidade”, explicou a artista plástica Kate Manhaez.

Na avenida principal estarão 30 máscaras de aproximadamente dois metros, confeccionadas de tapumes recolhidos nas ruas e pintadas com tintas a base d’ água. Varais de serpentinas multicoloridos serão instalados na Rua Emílio José Salim, na altura da Praça Beira Rio e também no obelisco, na entrada do distrito. E na Praça Beira Rio duas baianas foram confeccionadas com sacolas plásticas, isopor e massa corrida, com aproximadamente 8 metros de altura completam o cenário.

Wander Villaba, subprefeito de Sousas avalia que a iniciativa foi bastante positiva. “Tivemos pouco tempo para planejar as ações, mas esperamos que os foliões pensem sobre o que é sustentabilidade”. A gestão do Carnaval Sustentável está baseando-se em três fatores importantes: o ambiental, o social e o econômico. “Queremos atrair os foliões para tardes agradáveis em Sousas com a família e, que acima de tudo, compatibilize os anseios dos turistas e a região receptora, garantindo não somente a proteção do meio ambiente, mas também estimulando o desenvolvimento da atividade em consonância com a sociedade local envolvida”, declara Villaba.

Programação

Dia 1: Grupo Contágio

Dia 2: Banzuêra

Dia 3: Amigos do Samba

Dia 4: Clube do Samba

Sobre os grupos

Grupo Contágio

O que era um grupo de amigos que se reunia costumeiramente na residência do vocalista e cavaquinista Fofo passou a não só a fazer um bom churrasco mas também passaram a tocar e cantar samba. Ora ou outra chegava mais um novo amigo nestas rodas de samba. Porém o Dedé - percussionista teve a feliz ideia para que formassem um grupo. Neste momento também surge o primeiro convite para uma apresentação em um bar, hoje são 20 anos de apresentação nas maiores casas de shows do Brasil. O grupo fez aberturas de shows como: Fundo de Quintal, Exalta Samba, Revelação, Katinguelê, Art Popular, também fizeram contato com artistas solo como Leci Brandão, Yvonne Lara, Belo, Almir Guinetto, Jorge Aragão e o nosso sambista maior Zeca Pagodinho.

Em 2002 gravaram o primeiro CD e em 2012 o primeiro DVD ao vivo.

Repertório: Pagode, samba enredo e marchinha.

Banzuêra

Nascido em 2007 de uma antiga ideia de músicos e produtores de Campinas, a BANZUÊRA entra no circuito de micareta do estado de São Paulo com uma bagagem de músicos já conceituados no cenário musical da região. Em pouco tempo de existência já conquistou espaço em uma das principais cidades do estado de São Paulo. As apresentações da banda não passam desapercebidas, podemos chamar de “um show a parte”, com performances descontraídas e surpreendentes por parte dos integrantes da banda, o show fica ainda mais animado.

Repertório: Ivete Sangalo, Jammil e Uma Noites, Chiclete com Banana, Banda Eva, entre outros além de uma base no Sertanejo Universitário e Pop/Rock com uma batida contagiante.

Amigos do Samba

O grupo que existe há 20 anos, surgiu de entre os amigos que se conhecem há 40 anos, começou tocando em bares e os convites para tocar em aniversários e festas privadas foi aumentando.

Repertório: Samba e samba enredo.

Clube do Samba

O grupo surgiu com a intensão de resgatar a verdadeira cultura musical brasileira. Em sua jornada desde 2003, nasceu da necessidade de se divulgar o samba, principalmente os sambas antigos e os pouco conhecidos, mostrando sua vocação para apresentar ao público contemporâneo os grandes mestres compositores de outrora e perpetuá-los.

Repertório: Adoniran Barbosa, Ataulfo Alves, Assis Valente, Cartola, Dorival Caymmi, Jorge Bem Jor, Noel Rosa, Roberto Ribeiro, Roberto Silva e as tradicionais marchinhas de carnaval.

Chefs na Rua

O Chefs na Rua é um evento gastronômico nos moldes das feirinhas e mercados gastronômicos paulistanos. Guloseimas e bebidas estarão disponíveis a preços populares durante todo o Carnaval, confira os restaurantes participantes:

• Bar da Cachoeira

• Café Maritaka

• El Tambo

• Espaço Malagueta

• Estação Marupiara

• Fogão Mineiro

• Freestyle - Bartenders

• Restaurante Da Capela

• Vila Paraíso