Publicado 29 de Janeiro de 2014 - 9h53

O empresário César Moraes se arrisca entre os carros na Avenida Baden Powell

Dominique Torquato/AAN

O empresário César Moraes se arrisca entre os carros na Avenida Baden Powell

O Jardim Nova Europa, em Campinas, vai ganhar uma ciclovia de 1,7 quilômetro na Avenida Baden Powell. A construção no canteiro central da via deve começar em abril e a estimativa para entrega é de até um mês. Além da pista para bicicletas será construída, paralela à ciclovia, uma pista para caminhada. O local também receberá uma reforma no paisagismo e na iluminação. Está será a quinta ciclovia na cidade (veja abaixo).

 

A obra é um projeto-piloto da Administração, que pretende criar na cidade 100 quilômetros de pista exclusiva para bicicletas em até três anos.O projeto de remodelação da via foi apresentado pela Prefeitura com apoio da construtora MRV, que será a responsável pela execução das obras. Ao todo serão gastos R$ 696 mil, valor que faz parte de uma compensação ambiental definida por um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre a Administração e a construtora por obras realizadas nos bairros Parque Prado, Nova Europa e Jambeiro. Junto com a revitalização, o projeto prevê ainda o plantio de árvores e coqueiros na via, além da instalação de bancos e lixeiras.

 

A quantidade de mudas que serão plantadas não foi informada.O plano de criar 100 quilômetros de pistas para bicicletas em diversas vias de Campinas nos próximos anos é da Secretaria do Verde e Desenvolvimento Sustentável. Ontem, o prefeito em exercício, Henrique Magalhães Teixeira (PSDB), esteve no local para uma vistoria técnica de início de obras. “A intenção é que a bicicleta se torne um veículo urbano e que as pessoas a usem para ir ao trabalho, fazer pequenas compras e para lazer. É um projeto que une sustentabilidade e mobilidade urbana”, disse.

 

“Estamos analisando e definindo vários pontos que vão desde espessura do asfalto, como vai ser feito, se terá corte de árvores, que queremos evitar. Lá é um espaço que a comunidade usa bastante para caminhadas”, afirmou o diretor da secretaria, Marcos Boni. Ele disse ainda que a intenção é ligar, futuramente, a ciclovia a dois pontos. “Um terá ligação com o Parque Prado e Valinhos (estrada da coudelaria) e o outro ao Parque das Águas.”O diretor de produção da MRV, Túlio Pereira Barbosa, afirmou que o projeto está em andamento, mas acredita que a obra será rápida.

 

“Recebemos essa solicitação da Prefeitura há poucas semanas. Achamos interessante e acatamos por incentivar esse tipo de transporte. Acredito que essa parceria será estendida para outras áreas.”Quem mora no entorno da avenida aprovou a remodelação. “Sempre caminho pela via porque ela é longa. Assim como muitos moradores. Mas muitos evitam andar de bicicleta por causa do perigo. Essa avenida tem um fluxo muito grande de veículos”, disse a gerente de vendas Cristiane Salvagnini, de 49 anos.O empresário César Moraes, de 44, também acredita que a ciclovia só trará benefícios para a região. “Estou há 32 anos aqui e sei o quanto é perigoso andar de bicicleta e até mesmo a pé por essa avenida.

 

Acho que demorou para fazer isso em toda cidade.”O comerciante Luiz Carvalho acha bom a revitalização da avenida, mas acredita que no bairro há ações emergenciais mais importantes. “Não existe abrigo nos pontos de ônibus. A Prefeitura deveria enxergar isso. Essa via também está toda esburacada.”

 

VEJA RELAÇÃO DE CICLOVIAS E CICLOFAIXAS

Campinas possui, atualmente, cerca de 27 km de ciclovias (espaço fixo e separado das vias destinadas à autos), ciclofaixas e ciclofaixas de lazer (espaço delimitado por sinalização própria nas vias públicas).

- Ciclofaixa de Lazer Taquaral/Norte Sul: 9,1 km (atualmente operante entre Lagoa do Taquaral e viaduto "Laurão", incluindo Kartódromo, Praça Arautos da Paz e Avenida Norte-Sul);

- Lagoa do Taquaral - Ciclofaixa com 5 km de extensão (a ciclofaixa da Lagoa do Taquaral integra a Ciclofaixa de Lazer do Centro, mas pode ser usada durante todos os dias da semana); (Permanente)

- Arautos da Paz - Ciclovia com 1,2 km de extensão (também integra a Ciclofaixa de Lazer do Centro); (Permanente)

- Ciclovia do Kartódromo - 1,3 km (funcionamento somente aos domingos e feriados, dentro do Kartódromo, das 7h às 12h); (Permanente)

- Ciclofaixa de Lazer do Ouro Verde – 2,2 km (atualmente operante no trecho da Avenida Coacyara entre o Bosque Augusto Ruschi e rua Bambui);

- Barão Geraldo - 1,2 km de ciclovia e 2,7 km de ciclofaixa; (Permanentes)

- Amarais - Ciclofaixa com 2,7 km de extensão (bidirecional); (Permanente)

- Parque Linear Dom Pedro - Ciclovia com 1,7 km de extensão (bidirecional). (Permanente)

 

Com informações da Emdec