Publicado 03 de Março de 2014 - 5h00

Carlos Mercadante, leitor

AAN

Carlos Mercadante, leitor

Tradição em Joaquim Egídio sempre foram a vida bucólica, as festas, as missas dominicais. Atividades em prol do social e da cultura do povo Egidiense. Infelizmente e equivocadamente estamos vendo nos dias de hoje que em nome da tradição, do social e da cultura estão querendo impingir ao distrito eventos oportunistas que tiveram início recentemente com a inversão de valores tradicionais e morais e que desagrega, constrange, incomoda. Entendemos que o entretenimento é direito de todos, mas há que se pensar e respeitar os valores educacionais e familiares, os limites de liberdade para não se dar legalidade àquilo que é ilegal e imoral e não corrermos o risco de passarmos vergonha.