Publicado 25 de Setembro de 2013 - 10h52

Por Da redação

Capacetes roubados de loja são avaliados em R$ 12 mil

Moara Semeghini/Correio.rac.com.br

Capacetes roubados de loja são avaliados em R$ 12 mil

Em prazo de 24 horas, mais uma loja foi alvo de ataque criminoso no estilo 'gangue da marcha a ré', em Campinas. A loja de motos Espaço Warrior foi roubada na madrugada desta quarta-feira (25) e os bandidos fugiram levando capacetes e acessórios. O estabelecimento fica localizado a apenas 400 metros de distância da loja Miami Store, atacada na madrugada da última terça-feira (24).

A Polícia Militar acredita que o Fiat Idea usado no ataque de hoje (25) seja o mesmo carro utilizado na ação da madrugada desta terça-feira (24), no ataque à na Miami Store. A polícia vai investigar o caso para saber se os dois crimes foram cometidos pela mesma quadrilha.

No ataque de hoje, o segundo em dois dias no bairro Taquaral e 25º no ano na Região Metropolitana de Campinas (RMC), segundo contagem realizada pelo Correio.com, a polícia conseguiu prender Lucas Fernandes Basselar, de 28 anos.

Por volta das 4h, a Polícia Militar (PM) recebeu denúncia através do 190 de vizinhos da loja que ouviram o barulho durante o ataque. Quando a polícia chegou no local não havia mais ninguém e a porta da loja estava destruída. Ainda na madrugada, uma viatura policial em patrulhamento de rotina no bairro Vila Costa e Silva encontrou um carro modelo Honda Civic abandonado.

Dentro do veículo foram encontrados cerca de 15 capacetes - com preços variados entre R$ 400 e R$ 1.400 - uma bolsa, uma jaqueta e um corta frio (alicate usado para quebrar cadeados e correntes) e foi encontrado o documento R.G. de Lucas Fernandes Basselar. Próximo ao carro, os policiais avistaram o Fiat Idea que estava com os vidros traseiros arrebentados e com a tintura toda arranhada, também abandonado em frente à casa de Basselar.

Ao entrar na casa do suspeito - dono do documento encontrado no Honda - a polícia encontrou uma jaqueta da loja Espaço Warrior, além de cerca de R$ 8 mil. Basselar foi preso em flagrante e encaminhado para o 4º Distrito Policial de Campinas para prestar depoimento.

Confira todos os ataques registrados na região:

22/04 –Oi, Casas Bahia e um estabelecimento comercial de roupas foram as vítimas; locais foram invadidos e mercadorias furtadas. A ação dos bandidos no Centro de Campinas durou cerca de três horas.

23/04 - Três homens invadiram e saquearam uma loja da rede Magazine Luiza durante a madrugada. Segundo informações de pessoas que moram próximo ao estabelecimento, a ação durou cinco minutos. O trio fugiu levando mercadorias.

26/04 - No bairro Cambuí bandidos arrombaram uma loja de informática na Rua Padre Anchieta. A Polícia Militar não informou se o bando conseguiu levar alguma mercadoria.

29/04 - Uma loja da rede Casas Bahia, na Avenida Senador Saraiva, no Centro de Campinas, foi alvo de bandidos durante a madrugada.

03/05 – Em Sumaré, diferente do que vem acontecendo na cidade, com os ataques da gangue da "marcha à ré", os criminosos invadiram a loja arrancando com o carro de frente. O lateria ficou presa na porte da loja e os bandidos fugiram levando Notebooks, tablets, smartphones e GPS.

15/05 - Por volta das 2h, o bando invadiu um bar na Avenida da Saudade, proximidades da Sanasa, arrombando a porta de correr. Os bandidos fugiram levando dois aparelhos de televisão, que estavam instalados em duas paredes opostas, dentro do bar.

16/05 - Uma loja de roupas localizada na Rua General Osório, no Centro de Campinas. Paulo Roberto Ferreira, 41 anos, foi detido nas proximidades da loja com uma sacola plástica com 17 camisetas dentro. Na abordagem ele afirmou para a polícia que não tinha participado da ação da gangue, e tinha achado as roupas no chão.

30/05 - Criminosos invadiram e saquearam uma loja da rede Casas Bahia, na madrugada dessa quinta-feira (30), no Centro de Sumaré. O carro utilizado na ação foi abandonado no local e o grupo fugiu levando celulares.

31/05 - Criminosos invadiram e saquearam uma loja da rede Magazine Luiza na madrugada, na Avenida das Amoreiras. Segundo funcionários da loja, notebooks e celulares foram levados pelos bandidos.

03/06 - Duas lojas de som automotivos foram atacadas por criminosos. No primeiro caso, por volta das 2h30 em uma loja localizada na Vila Mimosa, três bandidos fugiram levando caixas de som, auto falantes, potências, monitores e ferramentas. A porta e prateleiras de vidro do local ficaram destruídas. O prejuízo foi de R$ 4 mil. Vinte minutos depois a uma distância de três quilômetros do local do primeira ação, novamente três homens em uma Fiorino. Neste ataque, o carro bateu em um pilar de concreto, o que impediu os três bandidos de invadir a loja. Eles fugiram sem levar nada .

05/06 - A está localizada na Avenida Doutor Campos Sales, no Centro, em Campinas. A Guarda Municipal (GM) estava em patrulhamento na região e suspeitou de uma dupla em um Fiat Uno preto. Ao serem abordados, um dos integrantes confessou ter cometido o ataque à loja da rede Cybelar e informou o local onde estaria um segundo veículo com as mercadorias furtadas.

24/06 - A invasão à loja foi filmada por câmeras de vigilância. Nas imagens, os ladrões se mostram organizados e rápidos. A ação durou menos de dois minutos e deixou um prejuízo de pelo menos R$ 7 mil. Quatro jovens acusados do furto foram detidos pela, mas liberados em seguida.

11/07 - Uma loja de informática no bairro São Bernardo, em Campinas, foi alvo de bandidos. Eles arrombaram e saquearam a loja - monitores, computadores, aparelhos de celular Nextel, fones de ouvido, MP3, MP4 e R$ 300 foram levados pelo bando.

18/07 - Uma loja de moto foi saqueada na madrugada desta quinta-feira (18), no bairro Botafogo, em Campinas. Ao chegar no local, a polícia encontrou as portas destruídas, mas não havia mais ninguém no local. Dois carros que podem ter sido usados na ação foram encontrados abandonados na Avenida Senador Saraiva, no Centro de Campinas.

03/08 - Bandidos invadiram a loja Bros 4 que é especializada em roupas esportivas e fica atrás da Catedral Metropolitana de Campinas. Os bandidos entraram na loja com o carro, mesmo tendo sido colocada barras de proteção de ferro que deveriam impedir este tipo de ação. A polícia e os proprietários chegaram rapidamente no local, mas os bandidos já haviam fugido. Os criminosos conseguiram roubar mais de 300 camisetas, além de vestidos, blusas femininas e moletons.

07/08 - Uma loja de roupas no Cambuí, em Campinas, foi atacada pela gangue durante a madrugada. A porta de aço ficou danificada e várias peças de roupas foram levadas. Três rapazes chegaram a ser detidos à pé, nas imediações, sendo que um deles teve as características reconhecidas pela vítima, que o viu sair correndo. Mas, como nenhum estava com nada ilícito, eles foram relacionados na ocorrência como averiguados e liberados.

12/08 - Uma loja de celulares localizada na Avenida Doutor Campos Sales e informações da Polícia Militar, cerca de cinco homens utilizaram os moldes da gangue da "marcha a ré" para entrar no estabelecimento.

14/08 - A gangue da marcha a ré detonou um mercadinho no Jardim Itatiaia, em Campinas. Apesar dos estragos, o bando fugiu com uma gaveta onde havia cerca de R$ 40.

31/08 – Em Paulínia, ocrime ocorreu por volta das 3h30 na Avenida Brasil, Vila Bressani. Segundo a Polícia Civil, os bandidos, teriam levado todas as roupas do comércio. A porta de ferro na entrada loja ficou destruída com a ação e, segundo uma vizinha do local, o veículo usado para o furto seria um Gol prata, de modelo antigo. O comércio não possui câmeras e ninguém foi preso.

09/09 – Três lojas foram atacadas durante a madrugada. No primeiro caso, por volta das 3h, ladrões atacaram um estabelecimento da rede de lojas Casas Bahia, localizado na Avenida Costa Aguiar, no Centro. Também de madrugada, bandidos invadiram uma loja de calçados no Bairro Padre Anchieta. Após perseguição, a polícia prendeu o suspeito Lucas do Nascimento Costa, de 20 anos, em um veículo Peugeot preto. Durante a perseguição pela Avenida John Boyd Dunlop, o bandido jogou o carro contra uma viatura da polícia e um policial militar ficou ferido. Outra loja de calçados foi alvo de bandidos que usaram a estratégia da 'gangue da marcha a ré' na madrugada desta segunda (9), no bairro Chácara da Barra, em Campinas.

Com informações da repórter Moara Semeghini/AAN

Veja também

 

Escrito por:

Da redação