Publicado 12 de Agosto de 2013 - 21h58

Por Paulo Santana

Ferrugem espera ir conquistando aos poucos espaço no time de novo

Dominique Torquato/AAN

Ferrugem espera ir conquistando aos poucos espaço no time de novo

Cinco meses depois da grave lesão que sofreu no tornozelo, o volante Ferrugem voltou a participar de uma partida oficial pela Ponte Preta. Foram apenas oito minutos na vitória sobre o Criciúma, por 3 a 1, mas teve sabor mais do que especial para o atleta que chegou a pensar no fim de sua carreira. No dia 10 de março, contra o São Caetano, uma dividida causou a ruptura de todos os ligamentos e ainda provocou fratura exposta no tornozelo com deslocamento de articulações. "Nunca desanimei. Sempre acreditei que voltaria a jogar futebol. Os médicos me ajudaram bastante e, junto com minha família, consegui superar tudo", disse, depois do pessimismo inicial.

Ao entrar em campo no finalzinho da partida, o volante foi aplaudido de pé pelos mais de 6 mil torcedores presentes no Estádio Moisés Lucarelli. "Fiquei feliz por retornar e poder voltar e dar alegria ao torcedor. Graças a Deus, consegui entrar bem e ajudar a equipe. Nem que sejam por dois, cinco ou dez minutos, espero sempre poder ajudar a Ponte Preta", comentou.

O atleta conta que precisou de muita disciplina para superar a rotina de fisioterapia e tratamento médico. "Foram meses difíceis para mim, mas pude voltar depois de contar com o apoio da torcida e de todos que puderam me ajudar. Independentemente de quanto tempo o professor me der em campo, sempre vou dar meu máximo", comentou.

O técnico Paulo César Carpegiani já havia feito elogios ao volante na semana passada, mas considera cedo para ele voltar ao time como titular. "O Ferrugem entrou e estava até meio assustado. Ele precisa ter sequência e a chance vai ser dada no momento justo. Que este início sirva de incentivo porque sei o tanto que a torcida gosta dele", disse o comandante da alvinegra.

Ferrugem sofreu uma fratura no tornozelo esquerdo em março deste ano, no duelo contra o São Caetano, pelo Campeonato Paulista. Na época, o médico Roberto Nishimura comemorou o sucesso do procedimento cirúrgico, mas evitou fazer projeções muito otimistas devido à gravidade da contusão.

A volta de Ferrugem aconteceu no mesmo dia em que a Macaca completou 113 anos de fundação. O time venceu por 3 a 1, com gols de William, Artur e Everton Santos, e chegou aos 15 pontos. Hoje, ocupa a 13ª colocação, um pouco mais distante da zona de rebaixamento. O próximo compromisso da equipe alvinegra está marcado para quarta-feira (14), às 21h, diante do Vitória, no Estádio Barradão, em Salvador. A partida é válida pela 14ª rodada do Brasileirão. Uma vitória pode colocar a Macaca na parte de cima da tabela.

Escrito por:

Paulo Santana