Publicado 23 de Agosto de 2013 - 20h41

Técnico Ivan Baitello preferiu manter mistério, mas tendência é que Caio Gardim seja o novo dono da camisa 9

Rogério Moroti/Agência Botafogo

Técnico Ivan Baitello preferiu manter mistério, mas tendência é que Caio Gardim seja o novo dono da camisa 9

O treino coletivo do Botafogo realizado na tarde desta sexta-feira (23), no estádio Santa Cruz, teve uma ausência inesperada. O atacante Henrique Dias não participou da atividade, porém a comissão técnica garante que o jogador fará parte da delegação que irá viajar neste sábado (24) à Blumenau-SC.

Henrique Dias aproveitou as últimas duas semanas sem jogos para se recuperar de uma lesão no joelho direito que o incomodava desde a estreia pelo Tricolor no duelo contra o Lajeadense-RS no dia 7 de julho, em Lajeado-RS. Após um treinamento de fortalecimento muscular na última quarta-feira (21), o jogador passou a sentir um incômodo na coxa esquerda. “Não é nada de grave e isso poderia acontecer pelo tempo que ele ficou parado. O Henrique só não participou do coletivo porque foi preservado”, afirmou Alexandre Vega, médico do Botafogo.

O técnico Ivan Baitello convocou 18 jogadores para o jogo decisivo contra o Metropolitano-SC neste domingo (25), às 16 horas, no estádio Monumental do Sesi, e acredita que Henrique Dias poderá ajudar. “Ele está indo em condições de jogo. Tive uma conversa com o Henrique e ele me provou que está querendo muito jogar. Confio que se precisar dele, o Henrique vai corresponder”, disse o treinador.

Mesmo com Henrique Dias garantido na base da superação, Baitello preferiu adotar a estratégia do mistério sobre quem atuará no comando de ataque. A tendência é que a camisa 9 fique com o prata da casa Caio Gardim, que treinou a semana inteira entre os titulares. “Venho fazendo o máximo para mostrar ao Ivan que mereço essa vaga. Acredito que estou vivendo meu melhor momento no Botafogo, vou provar que não sou mais uma promessa e já me tornei uma realidade”, garantiu Gardim.

O time para o duelo em Blumenau-SC terá Fábio; Alex Silva, Igor, Henrique Mattos e Fernando; César Gaúcho, Alan Mota, Alemão e Juninho; Leandro e Caio Gardim. O zagueiro Leomar também foi liberado pelo departamento médico e fará parte do banco de reservas. Os únicos desfalques serão os lesionados Gustavinho e Borebi.

O Botafogo joga por uma vitória contra o Metrô para garantir a classificação à segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. A vaga só será confirmada se no outro jogo, no mesmo dia e horário, o J. Malucelli-PR não conquistar um placar de vitória maior contra o Lajeadense-RS, em Curitiba-PR.