Publicado 23 de Agosto de 2013 - 20h43

Por Ana Cristina Andrade

Delegado suspeita que armas sejam furtadas ou roubadas

Divulgação

Delegado suspeita que armas sejam furtadas ou roubadas

Um homem de 35 anos foi preso nesta sexta-feira (23) em Rio das Pedras, na região de Piracicaba, com duas armas e 379 munições de calibres 12 e 22 milímetros. Pelo fato de as armas estarem com a numeração suprimida, não coube, neste caso, arbitração de fiança. Da delegacia da cidade, o rapaz foi levado direto para a cela do plantão da rua do Vergueiro e na segunda-feira (26) deverá ir para o Centro de Detenção Provisória (CDP).

A localização foi no bairro Bom Jardim, depois que a Polícia Militar foi checar denúncia de que o rapaz teria armas em casa. Os PMs Marcelli, Leandro e Diego chegaram ao bairro e foram perguntando a populares sobre o cidadão que estava sendo denunciado.

Após algum tempo chegaram à casa dele, que estava trabalhando numa empresa da cidade. A irmã do suspeito, segundo um dos PMs, autorizou a entrada deles na casa. A espingarda de calibre 22, que possui a mira, estava numa capa própria para armamentos. De acordo com a polícia, esse tipo de arma costuma ser usada pelo "segurança" de quadrilhas especializadas em explodir caixas eletrônicos — ele costuma ficar observando se aparecem viaturas.

Porém, o delegado Vagner Rogério Romano disse que vai investigar para saber a procedência das duas armas. "Ambas estão em ótimo estado de conservação, o que indica ser material de subtração: furto ou roubo. A arma que possui a mira, segundo ele, melhora muito a precisão. A espingarda Vinchester calibre 22 e a arma calibre 12 foram encaminhadas para a perícia.

O acusado, que tem emprego e residência fixa, teria dito a princípio que recebeu as duas como herança. O fato de ter tanta munição ele não quis dar declarações.

Escrito por:

Ana Cristina Andrade