Publicado 12 de Agosto de 2013 - 20h27

Por Da redação

Depois de sete dias em greve para pedir reajuste salarial, os funcionários da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) voltaram ao trabalho na madrugada desta segunda-feira (12).

De acordo com o presidente do Sindviários, Reno Ale, a categoria está esperando uma resposta do presidente da Câmara de Vereadores, Campos Filho (DEM), sobre o agendamento de uma reunião entre os trabalhadores e o secretário de Transportes, Sérgio Benassi. O encontro deve ocorrer entre terça (13) e quarta-feira (14).

A categoria pede reajuste de 7,16%, mais 4% a partir de janeiro, 15% de ganho no vale-alimentação, além de 11% no vale-refeição.

A Prefeitura alega que não tem condições de atender aos pedidos dos trabalhadores. A empresa e os funcionários aguardam o julgamento do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) sobre o pedido de dissídio coletivo, que ainda não tem data definida.

Durante a paralisação, iniciada em 5 de agosto, a categoria realizou várias manifestações e passeatas por ruas movimentadas da região central de Campinas. Na semana passada, enquanto a assessoria da Emdec informava que apenas 20% dos 821 funcionários aderiram ao movimento grevista, o sindicato afirmava que 70% dos trabalhadores estavam de braços cruzados.

Na última sexta-feira (9), antes de se reunirem com a Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara, os trabalhadores da Emdec queimaram um boneco do secretário de Transportes diante do Legislativo para protestar contra a gestão de Benassi.

No encontro, ficou decidido que a comissão, liderada pelo vereador Vinicius Gratti (PSD), intermediaria uma reunião entre a Secretaria de Transportes e os representantes do Sindviários, para que os manifestantes tenham apoio nas negociações do reajuste de 17% solicitado pela categoria.

A reunião teve participação de dez representantes do Sindviários, do presidente da Câmara, Campos Filho (DEM) e da Comissão de Mobilidade Urbana. O vereador Vinicius Gratti (PSD) confirmou que a reunião entre representantes da Emdec, o sindicato e a Secretaria de Transportes deve acontecer entre terça e quarta-feira.

Escrito por:

Da redação