Publicado 12 de Agosto de 2013 - 14h11

Por willians Menani

Trabalhador rural foi detido pela Polícia Civil em uma fazenda

Divulgação

Trabalhador rural foi detido pela Polícia Civil em uma fazenda

O resultado de um exame de DNA levou um trabalhador rural de Araçatuba, para atrás das grades na noite do último dia 8 de agosto. O exame apontou que o homem de 44 anos é pai biológico do neto de oito anos de idade.

O caso era investigado desde 2011 pela justiça de Birigui, após denúncias de que o trabalhador rural havia abusado da filha em 2005, na cidade de Brejo Alegre, região de Araçatuba. Na época a moça que tem problemas mentais, tinha apenas 15 anos de idade.

O homem foi detido por investigadores do GOE-20 (Grupo de Operações Especiais) da Polícia Civil em uma fazenda, onde trabalhava e morava com a esposa, a filha e o neto, que também é seu filho. Na manhã desta segunda-feira (12), ele foi encaminhado para a cadeia de Andradina onde permanecerá até o julgamento.

Escrito por:

willians Menani