Publicado 13 de Agosto de 2013 - 16h12

Por Agência Estado

Messi entrega ao papa Francisco uma oliveira durante visita dos jogadores

France Press

Messi entrega ao papa Francisco uma oliveira durante visita dos jogadores

O Barcelona confirmou nesta terça-feira, por meio de um comunicado, que Lionel Messi não poderá participar do amistoso que a Argentina fará contra a Itália, nesta quarta, no Estádio Olímpico de Roma, por estar lesionado. O astro já havia ficado fora do último jogo da turnê que o Barcelona realizou na Ásia, no último sábado, contra um combinado de jogadores da Malásia, e foi liberado para retornar para a Espanha depois de ter participado, na manhã desta terça, no Vaticano, de um encontro privado com o papa Francisco, ao lado das delegações da Argentina e da Itália.

"Depois de passar por um check-up com a equipe médica da seleção argentina, foi decidido que a estrela irá retornar para Barcelona para continuar a sua recuperação de lesão no quadríceps da perna esquerda", informou o clube catalão.

Como principal astro da seleção do seu país e do futebol mundial na atualidade, Messi não poderia ficar fora do encontro com o papa, que é argentino e que viu Itália e Argentina acordarem este amistoso em homenagem a ele.

A confirmação da ausência de Messi do amistoso diante da Itália acabou sendo boa para o Barcelona, que espera poder contar com o jogador diante do Levante, no próximo domingo, quando a equipe começará a defender o título do Campeonato Espanhol, em sua estreia nesta edição da competição.

De forma breve, a Associação de Futebol Argentino (AFA) apenas informou, por meio de seu site oficial, que Messi foi cortado do amistoso contra a Itália por causa de uma sobrecarga muscular na perna esquerda, mas evitou se alongar sobre o assunto.

Escrito por:

Agência Estado