Publicado 13 de Agosto de 2013 - 16h58

Carré de cordeiro

Divulgação

Carré de cordeiro

A delegação de Turismo do Chile esteve no Brasil na semana passada para um evento de negócios e gastronomia no Hotel Unique, em São Paulo, com o objetivo de divulgar mais o país ao trade e consequentemente aos brasileiros, que estão entre os principais turistas internacionais que viajam para lá. Em 2012, o destino andino recebeu pouco mais de 3,5 milhões de visitantes estrangeiros e a meta é atingir 4 milhões em 2014.

Além do seminários e da rodada de negociações, o evento foi encerrado com o jantar “Sabores do Chile” preparado pelo renomado chef Carlo Von Muhlenbrock — do restaurante Osadia Restoran, localizado na capital Santiago —, em parceria com Emmanuel Bassoleil, responsável pela gastronomia do hotel Unique. “Queremos que os brasileiros conheçam o Chile também por sua rica gastronomia”, ressaltou o chef.

O cardápio, que incluiu carré de cordeiro acompanhado de tomates assados ao alho e talos de cebolas grelhadas, foi inspirado nas obras de Pablo Neruda, um dos poetas mais importantes da língua castelhana. “Criei este menu para a Feira do Livro de Guadalajara e como ele fez muito sucesso, optei em replicá-lo nesta ocasião”, justificou Muhlenbrock. No coquetel que antecedeu o jantar, foram servidas as tradicionais sopaipillas com pebre de avocado (uma espécie de canapé feito com uma suave massa de abóbora frita com creme de abacate) e ceviches.

Mão aberta

De acordo com Daniel Pardo, subsecretário de Turismo do Chile, cerca de 400 mil brasileiros estiveram lá no ano passado, visitando principalmente Santiago e os centros de esqui. “Argentina e Peru também mandam muitos turistas para o Chile, mas são os brasileiros os que mais gastam por lá. Enquanto o gasto médio do turista em geral é 120 dólares ao dia, o do brasileiro chega a 170 dólares”, revela.

Entre os destinos que estão ganhando mais visibilidade e atraindo visitantes, ele destaca Aysen, na Patagônia, que tem vulcões e muitas opções de aventura, e Pucon, que fica ao pé da Cordilheira dos Andes.