Publicado 23 de Agosto de 2013 - 10h17

Filhote de lobo guará morre em Zoológico de Nova Odessa

Divulgação

Filhote de lobo guará morre em Zoológico de Nova Odessa

O filhote de lobo-guará Tunico, que nasceu no Parque Ecológico Isidoro Bordon no dia 8 de junho em Nova Odessa, morreu na noite de ontem. A veterinária responsável pelo parque, Paula Faciulli, explicou que foi colhido material e encaminhado para exame para diagnosticar a causa exata. Tunico ganhou os noticiários nacionais porque, quando nasceu, foi retirado do convívio com a mãe e 'adotado' por uma cachorra, que o amamentou. Outros três filhotes morreram logo após o parto.

O filhote teve acompanhamento diário da veterinária, foi mantido em sala com temperatura controlada por conta do inverno, recebeu tratamentos como acupuntura e Pilates e chegou a apresentar melhora no quadro geral.

“Nossa equipe fez tudo o que podia para tentar salvá-lo, mas infelizmente não tivemos sucesso”, afirmou Paula.

Tunico arrastava uma pata porque nasceu com um desvio na coluna, que estava sendo tratado com a acupuntura. Entre outros problemas de saúde nestes dois meses, teve conjuntivite e pneumonia.

“Mas ele já tinha melhorado e evoluído bastante. De uma hora para a outro, ficou doente e a evolução foi muito rápida. Acredito que possa ter sido um vírus que causou a deficiência respiratória, mas só os exames poderão apontar com certeza a causa da morte”, explicou Paula.

Ainda de acordo com a veterinária, a reprodução desse tipo de animal é muito difícil exatamente por conta das intercorrências após o nascimento. “A reprodução acontece todos os anos em cativeiro, mas a dificuldade está em manter os filhotes vivos e conseguir fazer com que cheguem saudáveis à fase adulta”, acrescentou a veterinária.