Publicado 10 de Agosto de 2013 - 5h00

Por João Nunes

Para Sempre, de Michael Sucsy (2012)

Divulgação

Para Sempre, de Michael Sucsy (2012)

Para Sempre (Telecine Premium, 22h, 12 anos), de Michael Sucsy (2012), bem que poderia ser recomendado para o Dia dos Namorados, a começar do título em português – a tradução literal seria A Promessa, o que também dá sentido próximo. E, além disto, foi baseado em história real, o que dá enorme peso ao relato. Page (Rachel McAdams) e Leo (Channing Tatum) viviam uma grande história de amor, mas um grave acidente de carro resultou em mudança na vida deles. O acidente provocou o esquecimento em Page. Ela não consegue se lembrar de nada a respeito da relação de ambos, nem sequer que estão casados. Para isso, o marido terá de reconquistá-la a fim de que eles voltem ao tempo em que eram apaixonados. É uma história forte e emocionante que sensibiliza o espectador. E o casal está bem nos respectivos papéis – até mesmo Channing Tatum que se imaginava apenas mais um fortão bonito. Há problemas no filme, como a direção um tanto didática, mas o mais importante aqui é a história do casal e a empatia que desperta. Um bom programa.

Escrito por:

João Nunes