Publicado 23 de Agosto de 2013 - 7h59

Milene Moreto, colunista xeque mate

AAN

Milene Moreto, colunista xeque mate

O diretor do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Sérgio Rossi, esteve na Câmara de Campinas ontem para orientar os parlamentares da região nos gastos públicos. O assunto “lanchinho” entrou na pauta. Rossi disse que alguns vereadores comentaram com ele o fato de a compra do lanche dos legisladores de Campinas ter gerado polêmica na cidade. O diretor não deixou barato e afirmou não ter nada contra um lanchinho, desde que seja “lanchinho”, um pão com queijo ou café com leite.

Camarão e bacalhau

Apesar de não ser contrário ao lanchinho modesto, Rossi disse que o que se encontra por aí é camarão e salada de bacalhau. O diretor aproveitou o encontro para dar um puxão de orelha nos parlamentares ao dizer que a função principal das câmaras é fiscalizar, principalmente o Orçamento, debater e indicar a melhor aplicação dos recursos. Na prática, ele disse que os legisladores apenas ratificam as decisões dos prefeitos.

Não é demais?

Ainda no encontro com os representantes do TCE e parlamentares da região, o vereador de Hortolândia Adailton Sá (PV) reclamou dos cortes que estão previstos na Casa em relação ao número de funcionários que ocupam cargos em comissão. Os conselheiros do TCE questionaram quantos servidores existiam no Legislativo da cidade. A resposta coube ao presidente, Paulo Pereira Filho, o Paulão (PPL). Efetivos são 150 e outros 100 comissionados. Após a resposta, o pessoal do TCE afirmou que o corte não só deve ocorrer como orientou o presidente a ampliá-lo.

E agora, Marina?

A informação de que a Justiça Eleitoral avalia a possibilidade de fraude na coleta de assinaturas para a consolidação da Rede Sustentabilidade, partido elevado pela ex-senadora Marina Silva, tem gerado debates no meio político. Em nota, os integrantes manifestam seu apoio às ações da Justiça Eleitoral que buscam identificar suspeitas de irregularidades nas assinaturas coletadas para a criação do novo partido. Os militantes de Marina alegam que todos os critérios para garantir a validade das assinaturas foram respeitados durante o período de coleta.

Saudades?

E tem muito ex-vereador de Campinas fazendo visitinhas frequentes ao Legislativo em dia de sessão. Na última reunião, realizada na quarta-feira, Sebá Torres (PSB), Vicente da UPA (PV) e o secretário de Trabalho e Renda, Jaírson Canário, estiveram no plenário. Dos três, só Canário tem o direito a reclamar sua cadeira de volta numa eventual necessidade.

Tudo certo

O prefeito Jonas Donizette (PSB) esteve em Brasília ontem e aproveitou para acertar os detalhes da vinda da presidente da República, Dilma Rousseff, na próxima quinta-feira. A presidente vai entregar casas no residencial Sírius e também vai participar de formatura dos alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. Segundo interlocutores do prefeito, tudo está de acordo para que a presidente seja bem recebida na cidade. Esta será a primeira visita de Dilma a Campinas após a eleição do prefeito Jonas.

Nas telas

Os atores Deo Garcez e João Vitti estão em Campinas para mais uma etapa das gravações do filme "O Lucro Acima da Vida", que retrata o caso de contaminação dos ex-trabalhadores das empresas Shell e Basf em Paulínia. O longa é uma ficção baseada em fatos reais, de anos de contaminação por agrotóxicos na área de trabalho. Ao menos 60 pessoas já morreram em decorrência da contaminação, a maioria, de câncer. O filme está sendo rodado em locações nas cidades de Campinas e Paulínia. Cerca de 100 ex-funcionários da Shell/Basf atuam como figurantes.