Publicado 13 de Agosto de 2013 - 21h05

Por Jaqueline Harumi

Wilquias (à esq.) posou para foto com os donos da Babi

Divulgação

Wilquias (à esq.) posou para foto com os donos da Babi

Uma cachorrinha maltês de 7 anos que estava desaparecida desde o dia 4 em Uberlândia (MG) foi resgatada por um morador de Mogi Guaçu e entregue para os donos uma semana depois graças a uma campanha feita pela internet.

O desempregado Wilquias Antonio, de Mogi Guaçu, estava na cidade mineira para fazer uma entrevista de emprego, quando encontrou a cachorrinha andando, perdida, e correndo o risco de ser atropelada numa das principais vias de Uberlândia, a Avenida Governador Rondon Pacheco.

Como o desempregado já estava de partida, decidiu levar o animal junto para Mogi. O sumiço da maltês foi divulgado pela internet, por cartazes e até em outdoors pelos donos de Babi, a oficial de registro Tássia Nascimento, de 27 anos, e o marido, o empresário Frederico Nascimento, de 32 anos, que a perderam na frente do Praia Clube, no bairro Cidade Jardim.

O casal criou uma página no Facebook chamada Volta Babi, que conquistou mais de 1,5 mil curtidas, e ofereceu R$ 1,5 mil de recompensa para ter a cachorrinha de volta.

Antonio reconheceu uma foto da cachorrinha na internet e ligou para os donos de Babi na sexta-feira (9).

Ele fez várias perguntas até se certificar que eles eram mesmo os donos. Quando foi avisado do paradeiro da maltês, o casal viajou para Mogi Guaçu para buscar a cachorra.

“Saímos de Uberlândia 21h e chegamos lá às 2h. Ele tremia enquanto conversava conosco e quando partimos e olhei pra trás ele estava muito emocionado”, contou Tássia.

“Ele é um homem simples e está desempregado, então fizemos questão que ele aceitasse a recompensa”.

Escrito por:

Jaqueline Harumi