Publicado 11 de Agosto de 2013 - 19h42

Praça em São Pedro será foco de concurso público

Divulgação

Praça em São Pedro será foco de concurso público

A Praça Gustavo Teixeira de São Pedro foi escolhida para ser o objetivo de trabalho do 4º Concurso Nacional de Paisagismo Urbano, promovido pela Associação Nacional de Paisagismo (ANP). Profissionais de todo Brasil que se inscrevem no concurso terão que elaborar um projeto paisagístico da praça da Estância. As ações recebem apoio da Secretaria de Turismo e do Hotel Fazenda São João.

De acordo com o presidente da ANP, João Jadão, o concurso está aberto para arquitetos, paisagistas, agrônomos e demais profissionais que sejam membros da Associação Nacional e Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP).

"Como temos mais de 700 associados em todo Brasil, decidimos limitar o número de 30 inscritos para participar deste concurso. Para concorrer, todos terão que desenvolver um projeto para Praça Gustavo Teixeira, com o valor de implantação predefinido em R$ 400 mil".

Conforme a vice-presidente a associação, Eliana Azevedo, além de apresentar um projeto no valor da verba disponível, os trabalhos serão julgados pela criatividade, sustentabilidade, impacto sócio-ambiental, funcionalidade, segurança e viabilidade.

"Não basta simplesmente deixar a praça bonita, temos que pensar na preservação ambiental, na cultura das pessoas que habitam na cidade e frequentam o espaço, e diversos fatores que são fundamentais um projeto de paisagismo", declarou Eliana. REVITALIZAÇÃO

Sobre a possibilidade de revitalização da Praça Gustavo Teixeira, a secretária de Turismo de São Pedro, Clarissa Quiararia, explicou que assim que a receber o anteprojeto vencedor, que é doado ao município pela ANP, a prefeitura irá buscar recursos executar o trabalho.

"A revitalização desta praça é importante tanto para o morador quanto para os turistas. Transformar esse espaço num local mais agradável e aconchegante irá beneficiar até mesmo os comerciantes, já que o fluxo de pessoas que visitarão a praça será muito maior".

Ainda sobre as possíveis mudanças, Clarissa explicou que a fase da execução do projeto será discutida com toda comunidade. "Queremos ouvir a opinião daqueles que utilizam o espaço. Não vamos propor mudanças sem a participação dos moradores e comerciantes que já estão instalados ao redor do local".

SERVIÇO

Mais informações no www.anponline.org.br