Publicado 13 de Agosto de 2013 - 12h32

Por France Press

O presidente eleito do Paraguai, Horacio Cartes, informou nesta terça-feira que formou um gabinete basicamente técnico para governar o país a partir de 15 de agosto.

"A escolha de cada um dos ministros e ministras se fez com base em sua honradez e formação profissional. Prometemos uma seleção paraguaia", afirmou Cartes aos jornalistas, fazendo um paralelo entre seu gabinete e uma equipe de futebol.

Como ministro da Fazenda, foi nomeado Germán Rojas, ex-titular do Banco Central e de bancos particulares, e como ministro da Indústria e Comércio foi designado Gustavo Leite, ex-ministro do Planejamento.

Eladio Loizaga, ex-embaixador ante a ONU em Genebra, Nova York, Brasília e Buenos Aires, foi designado ministro das Relações Exteriores.

Em suas primeiras declarações aos jornalista, Loizaga disse que o governo de Cartes aprofundará as relações com vizinhos e principais sócios, Brasil e Argentina, fora do Mercosul.

Para a posse presidencial, na quinta-feira, já confirmaram presença as presidentes do Brasil, Dilma Rousseff, da Argentina, Cristina Kirchner, e o chefe de Estado do Uruguai, José Mujica.

O presidente venezuelano Nicolás Maduro não foi convidado.

Escrito por:

France Press